ex-presidiários
Guilherme de pádua

Um dos casos mais famosos de assassinato do show biz brasileiro toma nova forma agora.O caso do assassinato da atriz Daniela perez, filha de Glória Perez nunca mais saiu da cabeça do brasileiro.




Um dos assassinos, de Daniela Perez, Guilherme de Pádua, buscou incessantemente uma nova oportunidade de reinserção na sociedade. E foi na igreja que ele encontrou essa nova chance. Há muitos anos envolvido na Igreja Batista da Lagoinha, Guilherme chegou ao cargo de pastor e atua ativamente na igreja.

Guilherme publicou essa semana um vídeo onde ele aparece dentro de um cartório num casamento coletivo. Pádua toma testemunho em vídeo de um um ex-presidiário que conseguiu restabelecer sua vida através da igreja e da ajuda de Guilherme de Pádua,a quem o senhor chamou de “anjo”.



Guilherme, visivelmente emocionado, falou que Jesus pode transformar uma vida, mesmo de quem já cometeu crimes. O senhor(ex-presidiário), em questão relatou no vídeo sua felicidade de ter resgatado sua dignidade, assumindo um nova vida, trabalho e até relacionamento amoroso.

Guilherme de Pádua casou-se no ano passado com  a estilista Juliana Lacerda, sua atual esposa. Ele já tentou duas vezes lançar dois livros seus, onde conta sua história de vida e sua versão do crime. Mas Gloria Perez conseguiu uma liminar sob risco de multa diária de R$ 20 mil reais se continuasse a vender o livro. Segundo a escritora, os livros diminuía a honra da atriz.

Guilherme de Pádua trabalha em uma empresa como gerente de TI, e segue sua vida atuando na Igreja Batista da Lagoinha no rol de pastores .Ele cuida desse ministério que ajuda na recuperação de ex-presidiários que muitas vezes saem da cadeia e não tem pra onde ir e  novamente no mundo do crime.




Na manhã desta  quarta-feira(12), Guilherme registrou o momento quando ele e toda equipe de pastores da Lagoinha foram ao centro da cidade de Belo Horizonte na praça 7 para orar pela cidade que está completando 121 anos

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do "O Buxixo Gospel. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: noticias@obuxixogospel.com.br que iremos analisar.