Edir Macedo Líder da Igreja Universal
Líder da Igreja Universal

Representantes da IURD assinaram nesta última sexta-feira(7) um termo de ajustamento de conduta com a Prefeitura de São Paulo e com o Ministério Público por causa do Templo de Salomão.A ação seria resultado de irregularidades em acordos feitos previamente entre a igreja e o Estado.

A IURD teria se comprometido a doar um terreno na Mooca de quase 20 mil metros quadrados para a construção de moradias populares. Pois o terreno onde está construído o templo seria para esse fim. Entretanto, até hoje o terreno não teria sido entregue ao governo.

Leandra Nascimento, pregadora que assume ser artista, adotou um pandeiro e já avisou que não vai mudar

“O TAC estabelece ainda obrigações para as partes envolvidas. Inclusive multas pecuniárias para a Igreja Universal, em caso de não cumprimento das mesmas. Bem como estabelece as obrigações da Prefeitura de São Paulo quanto ao licenciamento,a fim de que a situação seja resolvida no prazo máximo de dois anos,a partir da assinatura do acordo”,declarou a prefeitura em nota oficial.

Isso para que seja concedido o licenciamento pleno para a mais importante obra da Igreja de Bispo Macedo. Entretanto,ainda existem pendências fiscais. Também certas exigências por parte da prefeitura ligadas a Urbanismo,meio ambiente e transporte.

A igreja Universal apresentou documentos que serão analisados pela prefeitura a fim de que a licença definitiva seja expedida.

Com muitas irregularidade e manobras legais o templo de Salomão foi construído. A IURD pediu licença para reformar os terrenos na prefeitura ,quando na demoliu tudo dois anos antes. O certo seria pedir um alvará para construção. O diretor de departamento de obras que liberava as licenças foi acusado de estar envolvido num grave esquema de corrupção.

A prefeitura exigiu a contrapartida da IURD porque o terreno do templo era zona de moradia social. Na época o Ministério Público ameaçou demolir o templo mas a medida foi barrada dentro da prefeitura.

Tood Tomorrow,esquerdista conhecido eu tentou se eleger a deputado chegou a declarar em seu instagram sobre o fato.

Campanha política na Igreja Universal entra na mira do TRE

“É uma pena que a pressão da bancada evangélica tenha feito a prefeitura desconsiderar as inúmeras irregularidades criminosas com a construção desse templo de enganação,só serve para o estelionato da fé”, afirmou o militante pro-LGBT.

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do "O Buxixo Gospel. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: noticias@obuxixogospel.com.br que iremos analisar.