jornalista
Pastor Marco Feliciano

A Jornalista Patrícia Lélis estremeceu o mundo gospel quando acusou o pastor Marco Feliciano de ter tentado estupra-la. O suposto estupro teria acontecido em seu apartamento funcional após ter supostamente convidado a equipe de jovens do PSC para ter um reunião com o deputado. Tendo chegado lá o pastor a teria agarrado  e tentado violenta-la.




A repercussão do caso foi muito grande, haja vista o fato de Feliciano ser um pastor midiático e também deputado federal que defende o conservadorismo. A jornalista Lélis também acusou o chefe do gabinete de Marco Feliciano,Tauma Bauer de tê-la mantido em cárcere privado.

Mas nessa quinta-feira,13, o dilema do pastor Marco Feliciano foi de uma vez por todas, encerrado. Como a jornalista nunca apresentou provas conclusivas sobre o crime,o juiz encarregado de analisar o caso, encerrou o processo por falta de provas. Um laudo médico chegou a concluir que Patrícia Lélis não estava cem por cento bem mentalmente na época em que ela começou a fazer as denúncias.



E certamente deverá se valer desse laudo para se safar do processo que está em andamento contra ela, aberto pelo Ministério público e aceito pela justiça de São Paulo. Este processo ainda corre na justiça. A jornalista está sendo processada por mentir e extorquir dinheiro de Bauer. Ela responde por falsa comunicação e extorsão.

Marco Feliciano que teve sua honra atacada e alvejada pelas acusações de Patrícia Lélis, tem agora oportunidade de provar que a suposta vítima sequer conseguiu provar nada do que disse. O próprio delegado do caso, observou que as acusações não batia e nem se sustentavam.




Muitos chegaram a dizer que o que Patricia Lélis  queria era ficar conhecida e concorrer a política. E de fato, ela este ano, concorreu para deputada federal mas perdeu as eleições. Mesmo assim, continuou atacando Feliciano nas redes sociais e esta focada no seu novo alvo: Eduardo Bolsonaro. Contra quem, na justiça move processos semelhantes aos de Feliciano.

Quem sabe a bela moça já está pensando em um cargo eletivo para 2020.

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do "O Buxixo Gospel. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: noticias@obuxixogospel.com.br que iremos analisar.