Notícias Gospel

Sara Sheeva faz revelação importante sobre principal foto da tragédia em Brumadinho

Tragédia
Imagem divulgação: Tragédia Brumadinho

A pastora Sarah Sheeva fez uma importante denúncia sobre a principal foto que está sendo utilizada para divulgar a tragédia em Brumadinho,Minas Gerais, que aconteceu nesta última sexta-feira . A barragem da mineradora Vale do Rio Doce na região se rompeu e fez com que parte do lugar desaparecesse.

Sobre a tragédia de Brumadinho ,uma foto tem sido divulgada onde aparece um homem sujo de lama abraçado a um dos bombeiros de Minas. Porém, uma internauta divulgou na internet que a foto se tratava, na verdade, de um caso de um pedreiro que caiu dentro de cisterna em Patos de Minas, há algum tempo atrás. Se for verdade, não se sabe se alguém colocou de propósito para enganar os internautas ou apenas ilustrar a tragédia que ainda sem muitas imagens.

A pastora se mostrou indignada com o fato e escreveu.

“Acabei de receber isso. Se for verdade, todos “repostamos” uma imagem de outra situação. Mas o que me assusta é o seguinte: como pode existir gente sem coração nesse nível, que divulga uma imagem falsa em meio a uma tragédia dessa?! Com que propósito uma pessoa faz isso gente? Sinceramente eu queria entender”. 


“Indignação a parte, eu oro agora para que Deus dê livramento e força para o povo de Brumadinho-MG. Principalmente para os Bombeiros, médicos e voluntários que estão envolvidos nesse resgate”, afirmou Sheeva.

Os noticiários tem informado que já foram encontrados 9 corpos. Porém o número de desaparecidos já subiu para 400 e não deve parar de crescer. A tragédia pegou a todos de surpresa e muitos não tiveram tempo de sair dos locais onde estavam.

Uma forte mobilização tem sido feita nas redes sociais para cobrar explicações da mineradora. também um posicionamento do governo para punir a Vale do Rio doce. Muitos artistas gospel tem usado sua influência nas redes para divulgar pontos de coleta de arrecadações. Muitos estão se mobilizando para ajudar as vítimas e famílias desabrigadas.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo