EvangelismoMúsica

Cantora gospel Marcela Taís fala sobre suicídio, automutilação e pedofilia

cantora
Cantora gospel Marcela Taís

A cantora gospel Marcela Tais, usou o instagram nesta quarta-feira (02), para falar sobre um assunto muito delicado. Suicídio, automutilação e pedofilia. Ela postou três vídeos da ministra Damares Alves, que sofreu abuso quando criança, para falar sobre o assunto.


No primeiro vídeo postado por Marcela Taís, a ministra fala sobre a sua história quando criança, e relata o abuso. Na legenda a cantora escreveu um trecho do que foi dito por Damares, “‘Quando riram de mim, riram também das outras crianças que já foram abusada.’ Mídia irresponsável que chama né? “, escreveu a cantora.

Reviravolta no caso Sthefany Absoluta:Filha primeiro casamento de Roberto defende Cantora


“RECADO AOS PEDÓFILOS”, essa foi a introdução da legenda de Marcela, dita por Damares no segundo vídeo. Ela continua dizendo que também sofreu abuso quando criança, e muitas crianças procuram ela para pedir ajuda.

“Fui vítima tbm e lido constantemente com mensagens de crianças e jovens se abrindo com este assunto, que muitas vezes não tiveram coragem para contar nem para os próprios pais”, escreveu Marcela.

Pastor usa bebida alcoólica para comemorar posse de Bolsonaro


No último vídeo, a cantora fala sobre o suicídio e a automutilação.

“Já ouvi muito julgamento sobre este tema, que isso é coisa de gente que quer chamar atenção e fraca, mas nós precisamos abrir a mente e o coração! Isso é uma epidemia que está ceifando nossos jovens e crianças!”

A cantora continuou, “E quando me perguntam do porquê eu estar divulgando e trazendo tais assuntos assim à tona aqui no meu perfil, eu resumo para vocês: Se minha “influência” não ajuda no mínimo quem me segue, então para quê serve?”.


“Que Deus nos ajude a resgatar nossas crianças e jovens que estão desistindo da vida! E que Deus ajude este Governo cumprir estas promessas! “, continuou Marcella, ela deu um aviso as pessoas que acham que este assunto é ‘modinha’.

“Antes de jogar pedra, se dê o direito de se informar e pensar sozinho. Não seja massa de manobra de ideologia ‘modinha’. Você pode até não concordar com tudo, mas uma coisa é certa: Nossas crianças e jovens em situação de risco estão ganhando foco e isso é uma grande conquista! “, completou a cantora.

Etiquetas
Comentários
Botão Voltar ao topo
Fechar