O cantor J. Neto teve seu nome envolvido em mais uma polêmica sobre o alcoolismo. A denúncia feita pelo pastor Ezequiel Silva, filiado a Assembléia de Deus Belém do Pará, consta que J. Neto não compareceu a um evento programado. Ele ainda não teria devolvido o dinheiro que foi gasto para trazer o cantor e nem o cachê também. O motivo da falta seria que o cantor estava bêbado.

Segundo o pastor Ezequiel, o cantor teria sido convidado a pedido de alguém próximo da direção porque tinha  muita admiração pelo trabalho do cantor. Ele teria se prontificado a ir no evento da Convenção geral das Assembléias de Deus em Marília ainda no passado (2018).

Os valores pagos seriam de 2,800 reais para cobrir custos com a passagem e de 3000 para o cachê.

J. Neto ainda teria se comprometido a ir, gravou vídeo confirmando sua presença no dia e teve panfletos distribuídos e divulgados por toda cidade.

No dia do evento, o pastor ligou para o assessor de J. Neto que atendia por nome Flávio e ele informou que o cantor não poderia comparecer por conta de uma recaída no álcool. O cantor estaria bêbado. A igreja teria ficado envergonhada por anunciar uma atração que não aconteceu e teria se passado por mentirosa no dia. O pastor afirma que todas as outras atrações anunciadas compareceram no dia.

Se não fosse o bastante não comparecer, J. Neto não teria devolvido os valores pagos. Há quase um ano ,o pastor Ezequiel tenta reaver o dinheiro do cantor mas foi bloqueado. Neto não responde no whatsaap. Ele disse ainda que fará um boletim de ocorrência sobre o caso para tentar receber o valor de aproximadamente 6 mil reais.

Em represália a atitude do pastor, o cantor teria sido bloqueado de cantar em todas as igrejas filiais AD Pará. Outros episódios envolvendo bebida alcóolica já foram noticiados por sites de notícias cristãs. O cantor já chegou a vir se apresentar bêbado e não falava coisa com coisa.

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do "O Buxixo Gospel. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: noticias@obuxixogospel.com.br que iremos analisar.