Pastor Valdomiro Pereira mente em reunião e apresenta assistente como promotor de justiça

promotor de justiça
Pastor Valdomiro apresenta assistente como promotor

O desespero do presidente da ADESAL em meio as denuncias feitas por pastores e obreiros da Assembléia de Deus Salvador é nítido. Desta vez o pastor Valdomiro Pereira deu um passo infeliz e apresentou um assistente de promotoria como sendo promotor justiça.

Na na reunião de obreiros da ADESAL o pastor presidente , Valdomiro Pereira apresentou umas contas da AME de 2017. Ele afirmou que havia sido aprovada. Ainda chamou um pastor afirmando que era promotor de justiça para corroborar sobre o que tinha dito das contas de 2017.

Por outro lado, o pastor que aceitou sem fazer nenhuma correção quanto ao seu cargo público, afirmou que aquelas contas estavam corretas.

Porém quem esteve presente na reunião, conta que o pastor presidente se esqueceu de falar o real das contas da AME. Estas seriam de gastos dele.

Ainda teria as contas da CEADEB Comunicação que pastores apontam como empresa fantasma. Ela estaria prestando fictícios serviços a CEADEB e recebe valores altíssimos por mês. Também não falou, do que estão chamando de “máfia das notas”. Notas teriam sido falsificadas e duplicadas para encobrir gastos com candidatos em campanha eleitoral.

No entanto, o pastor apresentado na reunião da ADESAL como Promotor, não é. Mas sim, assessor jurídico do Ministério Público, pode ter entrado em uma tremenda enrascada do pastor Valdomiro.

Etiquetas
Comentários
Botão Voltar ao topo