endemoniado

O Pastor e deputado Marco Feliciano veio a público para se manifestar contra o vídeo veiculado na internet envolvendo o Bispo Formigoni e a Igreja Universal. Neste último fim de semana, circulou um vídeo nas redes sociais, do bispo entrevistando um homem supostamente endemoniado que atacou todas igrejas evangélicas.

Feliciano começou o vídeo se assumindo “pentecostal sim senhor” e condenou o vídeo que rapidamente viralizou na internet. Nele o bispo entrevistava um encapetado que alegou que  a maioria das igrejas evangélicas, são falsas e de direção demoníaca. Ele também citou algumas seitas e a Igreja Católica. O endemoniado ainda atacou o Apóstolo Valdemiro Santiago, eterno rival da IURD, e criticou os costumes de igrejas pentecostais, como revelações e proibições para as mulheres de se arrumar.

Feliciano atacou o bispo e chegou a dizer que pessoas como ele são “trapaceiros e embusteiros” ,que “se dizem homens de Deus”  ao atacar “igrejas centenárias e de conduta ilibada”.

Pastor Marco Feliciano critica Globo após programa satirizar os evangélicos com paródia de carnaval

O pastor também criticou o pedido de desculpas de Formigoni que chamou de “meia culpa” , ao pedir perdão as igrejas evangélicas pelo vídeo ter circulado na internet, mas em momento algum pediu perdão pelo conteúdo ou se retratou pelo que disse o “endemoniado”.

Marco Feliciano propôs um pedido de desculpas que citasse nominalmente cada igreja que foi citada no vídeo da IURD. Já que em tempo algum do vídeo, o pastor disse que não concordava com o que o diabo afirmou pela boca do suposto endemoniado.

O deputado ainda reforçou que o pai da mentira é o diabo e que o Bispo Formigoni não poderia emprestar o microfone de uma igreja para que o diabo profira ainda mais mentiras contra a igreja de Deus.

Feliciano reiterou a idéia de um pedido de desculpas mais detalhado e convincente do bispo para as denominações ofendidas na filmagem, para que haja “paz no reino”: “aguardamos o pedido de desculpa um pouquinho mais racional”, concluiu.

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do "O Buxixo Gospel. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: noticias@obuxixogospel.com.br que iremos analisar.