michel temer preso

O ex-presidente Michel Temer foi preso na manha desta quinta-feira (21) nos desdobramentos da Operação Lava Jato.

Chamou atenção uma entrevista do Pastor Marco Feliciano concedida na época em que as primeiras denúncias surgiram contra Michel Temer. Um segundo impeachment era cogitado para retirar Temer do poder. Marco Feliciano advertiu como numa profecia, que para o momento da economia do Brasil, era “ruim com ele e pior sem ele”, disse.

Segundo Feliciano as consequências do impeachment, seria uma avalanche de sanções que iriam atrapalhar horrendamente a economia do Brasil. A decisão iria atingir diretamente o trabalhador.

O deputado deixou bem claro que o futuro do país ficaria incerto e seria passível de um golpe se ficasse a mercê de pessoas que poderiam se aproveitar de um momento de instabilidade política. O pastor apostou que seria melhor tolerar Temer por mais 2 anos e garantir um processo eleitoral tranquilo onde o próximo presidente viesse ser eleito democraticamente.

Marco Feliciano acertou ainda que não seria deixar Temer impune, mas sim protelar, para o bem do país e que Temer acertasse contas com a justiça.

Na ocasião, Feliciano chegou a dizer que passado o dia primeiro de janeiro, Temer iria cair nas mãos de Sérgio Moro, na época ,o mandatário da operação Lava Jato. Não foi exatamente nas mãos de Moro, porque hoje é ministro da justiça no governo Bolsonaro, porém, das garras da Lava Jato, Temer não escapou. Mais uma vez Feliciano acerto em cheio!

O ex-presidente foi acusado de receber e ter envolvimento de pagamentos de propinas milionárias para o senador Moreira Franco,que também teve seu mandado de prisão expedido. Os mandatos foram expedidos pelo juiz Marcelo Bretas da sétima vara criminal do Rio de Janeiro.

A lava Jato afirma que Michel Temer foi o líder da quadrilha política do PMDB por pelo menos 40 anos. Com acesso a informações privilegiadas em delação premiada, os investigadores pudera apurar fatos que levaram a prisão do ex-presidente .

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do "O Buxixo Gospel. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: noticias@obuxixogospel.com.br que iremos analisar.