Cantor Gospel

Cantora gospel mata marido, esquarteja o corpo e é condenada a 21 anos de prisão

huri popular

A cantora gospel Tania Regina Levy, acusada de matar o marido em setembro de 2013 em São Pedro (SP), foi condenada por homicídio qualificado a 21 anos de prisão pelo Tribunal do Júri na cidade.

A mulher condenada foi apontada como a responsável pelos crimes de homicídio qualificado, destruição de cadáver e fraude processual contra o então marido, o guarda municipal e músico Eliel Silveira Levy.

O corpo da vitima foi localizado no porta-malas de um carro incendiado em 16 de setembro de 2013, em São Pedro. Tânia já respondia em liberdade e o juiz concedeu que ela aguardasse o trânsito em julgado sem ir para a prisão.

Ao final do julgamento de juri popular que aconteceu nesta quinta-feira , os jurados reconheceram a incidência de qualificadora por ter sido o crime praticado à traição, dificultando ou tornando impossível a defesa da vítima.

Esposa abre o jogo depois que marido bispo da Mundial, chutou o balde e sumiu com o filho

Segundo o juiz Luciano Francisco Bombardieri, que presidiu o julgamento, “os autores do ilícito planejaram pormenorizadamente a execução dos fatos antijurídicos, merecendo, também por conta desse quadro, maior reprovabilidade a ação perpetrada por eles, pois demonstrada alguma sofisticação”.

Dayana Ribeiro da Silva

Dayana Ribeiro Desde menina sempre foi apaixonada por televisão, noveleira assídua desde as tramas alá Maria do Bairro ou intensas como o furacão Carminha. Formada em Publicidade e Propaganda em 2014. Escreve desde que se conhece por gente.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Open chat
Envie seu conteúdo agora!
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do O Buxixo Gospel.