Avó chama filha e neta de “endemoniada” e desmente acusação grave contra pastor Maurício Almeida

capeta

No último sábado 30, os grupos de WhatsApp ficaram tumultuado de vários áudios onde uma garota de 15 anos fazia acusação grave contra o pastor Maurício Almeida, pregador que estaria em um grande evento de pregação, de tê-la abusado sexualmente quando ainda tinha 11 anos de idade.

Em um dos áudios a garota que se identifica como Estefani fez duras acusações contra o pastor.

“Eu sou Estefani, filha da Cláu, ( Claudirene), vim aqui comentar umas coisas que o pastor Maurício fez comigo. Desde os 11 anos, ele vem na minha casa a bastante tempo. Mas com o tempo que eu fui entendo aos pucos(…). Varias vezes no carro ele mexia nas minhas pernas(…).

Mediante as acusações graves que foram feitas contra Maurício Almeida, que seria um dos pregadores oficiais de um evento que acontece já no final do mês, áudios do pastor também começaram a circular nas redes sociais, desesperado, pois segundo ele, as acusações eram falsas, simplesmente para desmoraliza-lo em seu ministério que ganhou o cenário nacional.

Polícia prende pastor acusado de abusar de garota de 13 anos durante culto religioso

Em outro áudio que o Buxixo Gospel teve acesso, a avô da garota acusadora se posiciona a favor do pastor Maurício e passa a acusar a própria filha, dizendo que ela é endemoniada”, e chega a repudiar o momento em que a gerou, e de tamanha vergonha nega que ela seja sua filha.

” Essa mulher é o diabo. Ela não é minha filha. Eu não pari esse diabo, porquê esta mulher é uma satanás. Depois que ela se sujeitou a viver com esse cara (atual marido), parece que ele trouxe uma treva de diabo pra dentro da casa dela. Ela se transformou, ela se transforma no satanás. Você não vê a raiva dela, o ódio dela? Isso não é só contigo não, comigo também!” disse a avô da menina acusadora, da própria filha.

Na manhã desa segunda-feira 01 de abril, o Buxixo teve acesso a um áudio com exclusividade do pastor explicando a situação.

https://youtu.be/L_qae1_DgSc
Comentários
Botão Voltar ao topo