Mourão faz pouco caso de pedido de impeachment de Feliciano:”se der certo volto pra praia”

Essa semana o mundo político pegou fogo com o pedido de impeachment que o pastor Marco Feliciano protocolou na câmara. Segundo Marco, a atitude de Mourão é desrespeitosa e indecorosa.

Há semanas Feliciano vem desferindo ataques ao vice-presidente, acusando-o de querer aparecer mais que o Presidente. Inclusive desdizendo tudo  o que ele fala. Em um twitter Marco Feliciano ameaçou que vice também sofre impeachment.

Porém, Mourão ignorou por completo as alfinetadas de Marco Feliciano. Em recente entrevista ao um site de notícias o vice de Jair Bolsonaro ironizou a ação de Feliciano: “se prosperar,volto pra praia”, brincou.

Entretanto, Marco Feliciano deixou bem claro que sua intenção não era retirar o vice-presidente de seu cargo. Mas sim, dar um aviso para que o general ajeitasse sua conduta com um cargo tão importante.

Feliciano justificou seu pedido de impeachment dizendo que Mourão curtiu uma postagem de Raquel Sherazade. Segundo o twitter dizia que somente quando Bolsonaro sai, é que o Brasil será governado de verdade.

Ela ainda justificou também o impeachment com o fato de Mourão ter ido a um evento que sua divulgação dizia que o Brasil estava desgovernado. Somente Mourão poderia dar jeito. Uma conduta no mínimo suspeita.

Porém, a opinião geral que se tem é que Marco Feliciano tenho se aliado a Olavo de Carvalho e este tenha influenciado a decisão de protocolar o impeachment. Como uma forma de assustar Mourão.”Tem gente te vigiando Mourão”, disse Feliciano.

Marco Feliciano teve visitando Olavo de Carvalho e fez uma entrevista com ele. Na ocasião Olavo disse que muitas intrigas vem sendo feitas não apenas pela mídia mas pelas pessoas que estão ao entono do presidente.”Tem muito traidor”,disse Olavo.

Olavo ainda na entrevista assinou um manifesto se unindo a Marco Feliciano para apoiar Bolsonaro.O pensador e astrólogo disse que “os evangélicos salvaram o cristianismo no Brasil”,que estava entregue às traças com Igreja católica sob a teologia da libertação.

Etiquetas
Comentários
Botão Voltar ao topo