Notícias Gospel

Malafaia faz piada com greve de sindicalistas

Pastor foi criticado por seu posicionamento

O Pastor Silas Malafaia criticou a greve dos sindicalistas promovida por partidos que fazem oposição ao governo que foi um verdadeiro fiasco.A greve pretendia protesta contra a Reforma da Previdência,mas sem apoiadores efetivo e com um número irrisório em vários pontos do Brasil,só conseguiu provocar atrasos no trânsito e atrapalhar a vida dos trabalhadores de bem.

Silas Malafaia comentou em seu twitter e fez piada sobre o assunto dizendo:

“os esquerdopatas e  greve fracassada kkkk.Os sindicalistas,não o povo,arrumaram uma greve ridícula e vergonhosa.Essa greve prova uma coisa:O povo quer a reforma da previdência.Só rindo desses idiotas úteis kkkk muito kkkk”,disparou o pastor.

Entretanto,o pastor também foi muito criticado por tomar partido do governo e se posicionar politicamente.Uma seguidora de Malafaia escreveu: “e de pensar que esse twitt é de um pastor”,escreveu a seguidora.

Silas Malafaia também criticou a medida do STF que aprovou a lei que torna homofobia crime de racismo.O pastou declarou : “estou tão indignado que faço as palavras do Deputado Sóstenes Cavalcante,minhas palavras”.

O deputado criticou ferozmente o STF por estar tentando legislar no lugar dos deputados e senadores.Segundo o deputado que também é pastor ,o poder moderador está assumindo funções que não são suas.

O Pastor Marco Feliciano também se posicionou sobre o assunto e disse que lamentou a decisão do Supremo e que ela “fere terrivelmente” a liberdade religiosa no país.Porque o parágrafo onde fala sobre os cultos,é de caráter dúbio.Ele afirma que o texto ficou aberto  várias interpretações,quando diz que todos podem pregar o que acreditam,contanto que não sejam discurso de ódio.Feliciano disse que isso pode colocar muitos pastores atrás das grades,porque a interpretação pode ser ampla e a lei tornou os pregadores vulneráveis a interpretação variada de muitos perseguidores da igreja.

Feliciano,porém,celebrou que a medida é de caráter provisório e que a frente parlamentar evangélica vai lutar com todas as forças para reverter o quadro e aprovar uma lei em definitivo que satisfaça a maiorida da população.

Comentários

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo