Revista adolescente ensina jovens a abortarem sem que os pais saibam.

A revista Teen Vogue é adepta de movimentos pró aborto e apoio LGBT

A revista adolescente Teen Vogue tem dado alguns conselhos para adolescentes que desejam realizar abortos sem o consentimento os pais. As dicas explicam alguns passos que a adolescente pode dar para ele possa abortar de modo que seus pais não fiquem sabendo do ocorrido.

A autora da coluna de conselhos crítica veementemente às pessoas que aderem ou fazem campanha pró-vida.

“hipócritas que ficam de fora de clínicas com cartazes adornados com versículos bíblicos e fotos de fetos, mas fazem abortos quando lhes convêm.” Diz ela a cerca de pessoas que são contra as práticas abortivas.

As críticas foram feitas em um artigo da revista, publicado no dia 6 de junho, chamado “como fazer um aborto se você for uma adolescente”. O texto traz uma reposta de Nona Willis Aronowitz a uma carta de uma adolescente que estava grávida. Ela não desejava ter o filho e queria muito fazer um aborto. Entretanto, ela não tinha coragem de falar com as pais sobre a sua situação pois eles eram de uma linhagem de pensamento mais conservadora e como eram pró-vida, não a deixariam seguiu com a ideia a diante.

“Não tenho certeza se posso fazer um aborto sem a permissão dos meus pais, mas estou com muito medo de contar a eles, porque ambos são contra o aborto”, desabafou a jovem.

Com isso, Aronowitz respondeu dizendo que ela “só poderia imaginar o quanto seria intensa a sensação de anunciar uma gravidez real, muito menos o desejo de fazer um aborto… especialmente para pais que são contra, e especialmente durante um tempo na história americana quando o a autonomia corporal das pessoas com seu útero está sob séria ameaça”

Ela também tentou acalmar a jovem afirmando que “acidentes acontecem” e que a menina não deveria se envergonhar por estar grávida. No entanto não deixou de encorajar a moça a seguir com a ideia.

“Ter acesso ao aborto deve ser seu direito, independentemente das crenças de seus pais”, afirmou ela.

Sendo assim, aconselhou a jovem dando informações sobre modos de se conseguir abortar.

Em alguns estados, a lei permite que as jovens abortem sem o consentimento de seus pais. Se ela não morasse em um lugar assim, poderia recorrer a uma medida judicial chamada bypass” (que em inglês significa “passar por cima de” ou “ignorar).

“É uma opção legal em 36 estados que permitiria que você fizesse um aborto sem a aprovação dos pais”, contou a colunista.

Ela aconselhou a menina, passando informações sobre uma “clínica” que poderia ajudar a garota a passar pelo procedimento judicial.

Além disso, afirmou que forneceria um link para um grupo que presta aconselhamento jurídico pró-aborto e também um link de acesso a alguns grupos que ajudam a pagar pelo aborto de mulheres que não tem condições financeiras.

Etiquetas
Comentários

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Botão Voltar ao topo