Curiosidades

O chip da Besta pode já estar sendo projetado.

Bilionário deseja conectar cérebro à máquinas através da utilização de chips.

Elon Musk, grande bilionário, expôs que a Neuralink, startup de onde é o fundador e o CEO, tem avançado numa interface que realiza uma conexão entre o cérebro e computadores através de chips.

Tal experimento, conforme relatado por ele, tem por intenção ser realizado em humanos a partir do ano que vem.

Desde o ano de 2017, a empresa tem desenvolvido implantes cerebrais a fim de permitir a comunicação entre máquinas e seres humanos, o que é muito vital para que as pessoas não sejam surpreendidas pela inteligências artificial mais pra frente, segundo o bilionário.

“A maioria das pessoas não percebe, mas podemos resolver isso com um chip. Podemos fazer uma interface cérebro-máquina completa. Este projeto pode alcançar uma espécie de simbiose com a inteligência artificial”, afirmou Elon Musk durante um evento realizado em São Francisco, nos Estados Unidos, com a companhia de integrantes da empresa Neuralink.

Musk ainda falou sobre o que Neuralink tem feito: sensores finíssimos (por volta de 30% do diâmetro de um fio de cabelo) passarão a ser implantados no cérebro através de uma intervenção superficial executada por um robô – construído somente a fim de realizer essa tarefa, tendo sido considerada de alta precisão. “São minieletrodos. O robô os implantará delicadamente. É algo que não será estressante e que funcionará bem”, afirmou Musk.

Entretanto, o incrível projeto possui grande semelhança com a profecia bíblica do sinal da Besta, que seria colocado na mão direita ou na cabeça das pessoas. Em muitas interpretações, esse sinal foi identificado como um chip, sem o qual as pessoas não poderão comprar ou vender. A pessoa que aceitar a marca, não terá o direito de herdar o reino dos céus e portanto, não obterá a salvação, sendo automaticamente condenada ao lago de fogo.

Até então, a intenção do projeto é permitir com que a pessoa que tenha esse implante tenha a capacidade de controlar um telefone somente através dos pensamentos. No futuro, é provável que isso seja ampliado a outras coisas, como braços robóticos.

Segundo um neurocirurgião da Neuralink, se a tecnologia apresentar eficácia numa pessoa, a primeira parte é contribuir no tocante a pessoas que possuem doenças neurológicas. Desde então, a tentativa será com a finalidade de reverter graves quadros, tal como, por exemplo, trazer a visão a um cego.

“Isso tem um tremendo potencial e esperamos começar a trabalhar em um paciente humano antes do final do próximo ano”, disse Musk, o qual recentemente tem investido um alto dinheiro na empresa (Neuralink).

Será possível que esse tipo de assunto tenha alguma ligação/envolvimento com o tão temido “chip da besta”? 

Etiquetas
Comentários

2
Deixe um comentário

avatar
2 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
0 Comment authors
Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Botão Voltar ao topo
Fechar