Pastor ensina como perdoar abuso sexual infantil e causa indignação

“lembrem sobre o juiz que julga com justiça“, disse ele.

Pastor ensina como perdoar abuso sexual infantil e causa indignação. Casos de violência, exploração e maus tratos infantis são recorrentes no mundo todo desde os primórdios da humanidade. Entretanto, ainda há um tabu na mente das pessoas ao se falar sobre esse tema. Por ser um assunto muito delicado, a maior parte das pessoas que sobraram qualquer tipo de abuso infantil não tem coragem de trazer isso a público. Muitas vezes, os agressores permanecem impunes por anos, ou até mesmo pelo resto da vida, em detrimento da saúde mental e física de milhões de crianças mundo afora.

Desta forma, esse tema foi abordado recentemente um episódio do podcast “Ask Pastor John”, apresentado pelo pastor John Piper, teólogo reformado e fundador da DesiringGod.org.

Neste dia, um ouvinte anônimo resolveu deixar o silêncio de lado e enviar um e-mail ao pastor, pois mesmo depois de tanto tempo, ainda não havia conseguido perdoar seus pais pelo abuso que sofreu durante a infância.

“Eu sou cristão há dezessete anos, mas luto com o perdão dos meus pais pela minha infância abusiva. Eu sei que o Senhor ensina perdão, assim como a Bíblia em muitas passagens. Eu sou capaz de perdoar as injustiças e outros erros, mas eu realmente luto com as memórias da minha infância”, escreveu ele.

“Por favor, ajude-me a entender como posso obter paz em relação a este assunto e tentar perdoá-los, um perdão que dura o tempo todo, não apenas até que outra memória apareça”, finalizou o ouvinte.

Ao emitir uma resposta ao participante anônimo, Piper falou sobre o perdão em três formas diferentes.

“ser capaz e disposto a perdoar cresce a partir da raiz de ser perdoado”, afirmou Piper.

“… Quando me sinto mais culpado pelo horror do meu próprio pecado contra Deus e contra Jesus, e quando me sinto mais maravilhado com o meu próprio perdão, e mais atordoado com a magnitude do que custou no sofrimento de Jesus, sou menos provável ficar com raiva daqueles momentos com aqueles que me enganaram”, disse ele.

“Minha sugestão é lembrar da esperança, a preciosidade e a incrível maravilha de ser perdoado às custas da vida de Cristo”, acrescentou.

“lembrem sobre o juiz que julga com justiça“.

“Você não tem que suportar o peso terrível de ser o juiz e o vingador. Você pode confiar que a justiça será feita. A punição acontecerá no inferno ou terá acontecido na cruz. Os pecadores suportarão isto, ou Cristo suportará isto. Você não pode melhorar a justiça de Deus na crucificação de Cristo ou no inferno”.

“Um coração duro em perdoar te machuca mais do que qualquer um. (…) faz muito mal a você e não aos outros”, concluiu o pastor.

Etiquetas
Comentários

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Botão Voltar ao topo