Terrorista estão se preparando para matar cristãos e igrejas pedem orações para todos evangélicos

Alguns dizem que a melhor solução seria fazer um acordo com o Taleban, visto que os dois grupos são rivais.

Terrorista estão se preparando para matar cristãos e igrejas pedem orações para todos evangélicos. O estado islâmico, após ter sido derrubado na no Iraque e na Síria, ressurgiu das cinzas e agora se prepara para atacar novamente a alguns países, entre eles os Estados Unidos. O fortalecimento do grupo, ocorreu nas montanhas do Nordeste do Afeganistão, onde o grupo encontrou foças para juntar esforços e se reerguer. Eles cresceram de forma muito rápida e agora pretendem atacar novamente em escala global.

Tem se ouvido muitas notícias atualmente sobre carros bomba que vem atacando no Afeganistão. Entretanto, isso não se limita apenas a essa região. As principais fontes de inteligência afirmam que esses ataques seriam apenas uma prévia de demonstração das verdadeiras intenções do grupo terrorista. Eles pretendem atacar em breve de modo ainda mais intenso em países da Europa e Estados Unidos.

Segundo Ajmal Omar, membro do conselho da província de Nangarhar, o Estado Islâmico tem transformado o Afeganistão em uma forte base para a propagação do Terrorismo a nível internacional.

“O Estado Islâmico não foi eliminado aqui. O Daesh ficou quieto por algum tempo para se reabastecer, então eles podem se mudar para outros distritos em grande número. Eles estão armados com franco-atiradores, equipamento de visão noturna e armas poderosas”, contou Omar.

Além disso, no mês de março do ano passado, o ISIS perdeu seu poder na Síria, com isso, o califado declarado em 2014 chegou ao fim.

Sendo assim, muitas pessoas declararam que a guerra contra o Estado Islâmico estaria terminando. Entretanto, isso foi apenas uma ilusão, pois os “soldados” simplesmente se mudaram para o leste, nas montanhas do Afeganistão, onde de apenas algumas dúzias de pessoas, eles se multiplicaram e estão agora em escala de milhares.

Com isso, o grupo tem recrutado novos integrantes em universidades, que possuam boa experiencia em tecnologia, possibilitando o uso das mídias sociais, ataques mais bem articulados sofisticados e inclusive viagens para o exterior.

Etiquetas
Comentários
Botão Voltar ao topo
Fechar