BrasilCuriosidades

Pastor enfrenta Malafaia e pede que cristãos não votem em crentes para conselheiros tutelares

Pastor pediu que cristãos votassem em educadores

O Pastor Silas Malafaia gravou um vídeo e divulgou em seu instagram nesta última sexta-feira e pediu aos seus seguidores que votassem sim, em cristãos para o cargo de conselheiros tutelares nas eleições que irão acontecer no próximo domingo (06).

Silas Malafaia criticou a matéria veiculada pelo Jornal O Globo que acusava os cristão de estarem se organizando para colocar seus representantes no máximo de cadeiras de Conselheiros tutelares. Malafaia afirmou que a matéria é parcial , pois, a comunidade LGBT está fazendo o mesmo. O líder da ADVEC reforçou que não há nada demais nisso, pois, o país é um Estado democrático e todos podem concorrer aos cargos públicos. Porém, Malafaia reforçou a importância de se ter pessoas que defendam valores cristãos nestes cargos, pois eles cuidam de crianças e famílias.

O Pastor sempre polêmico Hermes Fernandes, socialista assumido, boicotou o vídeo e publicou em seu perfil que nas eleições de domingo, os cristãos não deveriam votar em cristãos e sim, “em educadores”.

Hermes completou sua afirmação dizendo:

“Se o reino de Deus subverte a lógica do mundo , de sorte que os últimos se tornem os primeiros, o maior seja o menor, o dar é melhor que receber, etc. Logo, não há lugar para um projeto de poder. Não fomos enviados a conquistar, mas a anunciar a reconciliação. Não se trata de exercer domínio ou controle, mas cuidado e carinho. Não se trata de convertê-lo, mas de amá-lo e servi-lo. Nem de ser cabeça ou cauda, mas coração, tendo o mesmo sentimento que houve em Cristo. Muito menos de impor ao mundo nossos valores em Cristo. Muito menos de impor ao mundo os nossos valores, mas de ser amostra grátis do que a graça é capaz”, defendeu o pastor Hermes Fernandes , que já entrou em discordância pública com Silas Malafaia.

Etiquetas
Comentários

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Botão Voltar ao topo
Fechar