Brasil

Pastor evangélico desmente conversão de Arlindo Cruz e critica fake news

Arlindo comemorou o aniversário na igreja com sua mulher

Pastor evangélico desmente conversão de Arlindo Cruz e critica fake news
Arlindo Cruz durante culto (Foto: Retirada do Youtube)

Uma notícia que chamou atenção dos internautas na última semana foi a da imagem do cantor Arlindo Cruz, espírita declarado por muitos anos, que visitou uma igreja evangélica. A igreja em questão seria a ADVEC de Silas Malafaia no Recreio, que é pastoreada pelo Cantor Waguinho, ex-Katinguelê.

A  notícia que tem sido divulgada é a de que o cantor e sua esposa teriam se convertido em um culto. O fato até agora não foi confirmado, mas o casal de fato esteve na igreja do cantor sim. A priori, seria para agradecer pelas orações que a igreja fez por ele enquanto estava internado por conta de um AVC.

Os sites de notícia informaram que Arlindo tivesse se convertido, mas a informação ainda não foi confirmada. O pastor Hermes Fernandes falou contra a suposta fake News sobre a conversão de Arlindo e sobre a necessidade de se alardear a conversão de um famoso . Veja abaixo o que o pastor falou sobre o pastor falou sobre o fato:

“Deparei-me agora pouco com esta postagem que me chamou a atenção, tanto pelo seu enunciado, quanto pelos dois comentários que se seguiram. No primeiro, a notícia da conversão de Arlindo Cruz é desmentida. No segundo, cita-se uma passagem bíblica inexistente: “Quem não vem pelo amor, vem pela dor.” Alguém saberia me dizer onde posso encontrar tal verso nas Escrituras?

Por que os cristãos têm o hábito de ficar repetindo frases de efeito que ouvem dos púlpitos sem ao menos se dar o trabalho de verificar se realmente constam da Bíblia? E mais: por que veículos evangélicos adoram fazer sensacionalismo em cima de famosos, chegando ao ponto de mentir descaradamente? Há mentiras que glorificam a Deus? E por fim: que mania é essa de tripudiar em cima da dor dos que não professam a nossa fé?

Resta aos cristãos aprenderem que sua missão no mundo não é converter quem quer que seja, mas amar incondicionalmente a todos, independentemente do credo que professem. Definitivamente, a maneira como muitos creem no Evangelho é tão distorcida que os torna uma caricatura grotesca dos seguidores de Jesus”, defendeu o pastor.

Etiquetas
Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar