Brasil

Bolsonaro faz “culto de ação de graças e chora.

"Todos nós temos uma história, desculpe-me, poucos tem uma segunda vida", disse o presidente.

O presidente Jair Bolsonaro, realizou um “culto de ação de graça” no planalto. Assim, contou com a presença de vários líderes importantes do cristianismo, além de orações e louvores.

Bolsonaro iniciou seu discurso que durou mais de oito minutos, com emoção e palavras que relembraram  seu incidente que quase o matou.

“Todos nós temos uma história, desculpe-me, poucos tem uma segunda vida”. Assim, após uma pausa se emocionou e chorou.

Ademais, agradeceu pela segunda chance e ao povo por poder estar na posição atual na política.

“Obrigado a Deus por essa segunda vida. Entendo também que, pelas mãos de vocês, hoje eu sou o chefe do Executivo”, disse.

Logo em seguida, com convicção afirmou que o “homem” de tudo isso era Deus.

“Posso ser o chefe do poder mais importante da República, mas o homem do Brasil é Deus”, afirmou ele.

Além disso, declarou para que todos tenham humildade e que sempre tenham ao lado pessoas que pensem como você para prosseguir no mesmo objetivo.

Assim, falou que pede sempre a Deus para que consiga cumprir com um bom governo para o país.

“Eu faço um pedido a Deus, que eu entregue pra quem me suceder um Brasil bem melhor do que peguei em janeiro do corrente ano”

Assim, disse que números podem ser importantes mas  “o amor, o patriotismo, a entrega não tem preço”

Demais, afirmou que ainda deseja transferir a embaixada do Brasil em Israel para Jerusalém

“Inauguramos nosso escritório de negócios em Jerusalém. Venho conversando com líderes do mundo árabe. Estamos trabalhando para atingir nosso objetivo”, declarou.

Dessa forma, no final finalizou: “Não basta compromisso apenas de campanha. Devemos fazê-lo de modo que todos entendam seu real objetivo. O meu é lealdade com Deus”, finalizou o presidente.

 

Etiquetas
Comentários

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Botão Voltar ao topo
Fechar