Brasil

Deive Leonardo dá entrevista e ignora haters.

"Jesus me chamou para fazer foi para pregar o Evangelho e não para discutir ou tentar provar que a minha teologia está certa."

 

O pastor Deive Leonardo é um pregador popular entre o público jovem e ficou famoso atraves de um canal que possui no youtube.

O pregador nasceu em um ar cristão, mas durante sua juventude se desviou até os 19 anos, quando voltou ao evangelho e posteriormente iniciou seu chamado. Atualmente, aos 30 anos, o pastor é casado, possui um filho.

Com sua pregações voltadas para um evangélho mais moderno, Deive foi recentemente criticado em um artigo do pastor Renato Varges, onde o mesmo refuta algumas afirmações controvesas do pregadordurante suas ministrações.

Recentemente, Deive falou um pouco sobre sua família, ministério e sua visão acera do evangelho durante uma entrevista dada ao ” Gospel Prime”

 

Segue abaixo a entrevista na íntegra:

Gospel Prime – Seu ministério ganhou notoriedade através das redes sociais. Como você vê o uso destas ferramentas no Reino de Deus?

Deive Leonardo – Eu sou muito grato a Deus por essa ferramenta – que é a internet – e o que ela me proporcionou.

Na verdade é um poder de alcance que ultrapassa a lógica. Nenhum espaço físico comporta o que a gente consegue atingir na internet em apenas um dia. Então, isso é extraordinário. É uma ferramenta poderosa para o alcance de salvação de vidas e de pessoas e isso tudo impacta de maneira poderosa e profunda no Reino de Deus.

Uma exposição assim te torna alvo dos chamados “haters”. Como se blinda contra esses ataques?

Infelizmente é uma realidade da internet e de qualquer meio, quando você acaba sendo visto por muitas pessoas, que é o aparecimento dos haters.

Eu acabei tomando uma decisão desde o início, que foi de realmente não responder, não gerar nenhuma polêmica.

Eu creio que o que Jesus me chamou para fazer foi para pregar o Evangelho e não para discutir ou tentar provar que a minha teologia está certa.

Qual a importância da tua família no exercício ministerial?

Pra mim a importância da família ela é extraordinária, é à base de tudo. Eu creio que este é o meu primeiro ministério.

Então, eu cuido da minha casa em primeiro lugar, para que eu possa ter autoridade para ministrar sobre a vida das pessoas.

Os pastores estão entre os grupos pior avaliados pela sociedade. A que se deve essa aversão?

Eu creio que é justamente por pessoas que tentaram ao invés de pregar o Evangelho, provar que a sua teologia estava certa e acabaram desrespeitando a fé de muitas pessoas ao longo da história.

Mas creio que Deus está levantando uma nova geração, que está fazendo as coisas de maneira saudável e está repetindo os acertos, mas deixando os erros de lado.

Teu ministério é voltado para o público jovem?

Sim, o meu ministério é voltado para o público jovem e eu tenho me esforçado o máximo possível para ser direcionado a fazer com que meu público entenda o que Deus tem colocado no meu coração.

O que mais te causa preocupação em relação à saúde espiritual da Igreja?

Na minha opinião, o esfriamento espiritual é uma das coisas que mais me preocupam.

Quando a Igreja perde a paixão, perde a intensidade de relacionamento de amor em Jesus, ela acaba perdendo a graça, o favor de existir.

Que conselho você daria para quem quer começar a pregar?

Você tem que viver a mensagem, você tem que amar a Jesus sobre todas as coisas. O Evangelho tem que ser de maneira verdadeira a sua prática de vida.

De maneira poderosa ele precisa impactar você primeiro e depois você consegue pregar com muito mais facilidade, porque essa é a sua vida.

0 0 vote
Article Rating
Comentários
Subscribe
Notify of
guest
14 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Botão Voltar ao topo
14
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x