Brasil

Pastora comenta sobre asteroide que está vindo para a terra em outubro deste ano

Astro passou a distância menor que a lua e só foi detectado por brasileiros hora antes

Pastora comenta sobre asteroide que está vindo de encontro com a terra em outubro deste ano

A Pastora Sarah Sheeva comentou um dos grandes livramentos que a humanidade recebeu mais uma vez. Sarah compartilhou um texto de uma agência de notícias que confirmou que um grande asteroide que desviou da Terra por poucos quilômetros. Chamou atenção a dificuldade de detecção do astro que passou a 73 mil quilômetros, distância menor do que a da Lua do planeta.

Se tivesse atigindo a Terra, não nos restaria pedra sobre pedra. A Pastora ressaltou que todo o controle do mundo está nas mãos e Deus. Veja abaixo o que a postagem de Sarah que foi um dos assuntos muito comentados na internet:

“E mais uma vez, Deus nos deu mais tempo aqui nessa Terra…
LEIA A NOTÍCIA ABAIXO:

Reposted from @exclusivo24hs – Na última quinta-feira , um asteroide batizado de ok passou a 73 mil quilômetros de distância da Terra – mais próximo do que a Lua está de nós. Problema: ele só foi detectado algumas horas antes de se aproximar do nosso planeta. O corpo espacial, que viajava a 24 quilômetros por segundo, foi visto pelo observatório brasileiro SONEAR só com alguns dias de antecedência – o que tem preocupado astrônomos. “Ele se aproximou de nós muito rápido”, disse o cientista Michael Brown, da Universidade Monash ao jornal The Washington Post.

Alan Duffy, cientista da Royal Institution of Australia, declarou ao Post que a distância do asteroide em relação ao nosso planeta é “próxima de uma forma não confortável”. Em junho deste ano, outro asteroide também foi detectado apenas algumas horas antes de chegar perto da Terra. Duffy acredita que o atraso na detecção do asteroide 2019 OK ocorreu devido ao tamanho do objeto espacial – estima-se que ele seja largo, entre 57 e 130 metros de comprimento. Além disso, a órbita em forma de elipse e a velocidade do asteroide também teriam dificultado a identificação, pois o tempo gasto pelo 2019 OK próximo à Terra não foi longo o suficiente para detectar a rocha.

A última vez que um asteroide de tamanho similar ao 2019 OK chegou a atingir o nosso planeta foi mais de um século atrás, em 1908. O Tunguska causou uma explosão que se espalhou por mais de 2 mil quilômetros quadrados em uma região de florestas na Sibéria. Agências espaciais do mundo todo monitoram o céu para rastrear os asteroides classificados como Objetos Próximos à Terra (do inglês, Near-Earth-Objects, NEO). Apesar de ser difícil detectá-los precocemente, não há motivo para pânico: os astrônomos garantem que o risco de um meteoro realmente perigoso atingir a terra é pequeno.
(Foto: Reprodução Internet)
(Fonte: Revista Galileu)”,replicou a cantora, agradecendo pelo livramento do planeta mais uma vez dado por Deus à humanidade.

Etiquetas
Comentários

11 Comentários

  1. Sobre o asteroide eu tive um sonho à uns dois anos atrás que vinha uma pedra enorme em direção à terra é no momento todos podiam ver porquê era muito grande ais Jesus aparecia e entervia ,ordenando que nos preocupasse apenas com à adoração à ele.

  2. Não existe asteróides nem meteoros. Pastora vc acredita em Deus ou nos astrônomos? NASA é uma fábrica de ficção e mentiras.

  3. What i don’t realize is in truth how you’re not really a lot more well-liked than you may be now.
    You are so intelligent. You recognize thus significantly on the subject of this subject,
    made me for my part consider it from a lot of varied
    angles. Its like men and women are not involved except it is
    one thing to do with Girl gaga! Your personal stuffs outstanding.
    All the time take care of it up!

  4. Hi there! Would you mind if I share your blog with my twitter group?

    There’s a lot of folks that I think would really appreciate your content.
    Please let me know. Thanks

  5. Hey there. I found your site by the use of Google while looking for a comparable subject, your site came up. It looks good. I’ve bookmarked it in my google bookmarks to come back then.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar