BrasilIgrejaJustiçaPastorPolêmicasVídeos

Apóstolo Valdomiro larga feijão pra vender colchão

Web reage

Após queda na arrecadação de dízimos e ofertas, Valdomiro Santiago resolveu vender colchões para ajudar na receita.

Durante a programação, a propaganda do colchão é rodada, sendo apresentado por ele mesmo.

No vídeo, o líder e fundador da Igreja Mundial do Poder de Deus, conta um pouco sobre sua infância e conta que dormia numa esteira de taboa.

Agora, Deus o possibilitou der dormir num colchão Sono Quality.

O apóstolo aproveita pra falar da qualidade do colchão e afirma que tem em casa, e na suíte da Igreja.

Ainda ressalta que é o que Deus faz na vida das pessoas e que Ele iria dar condição aos telespectadores de ter um colchão assim, principalmente nesse mês das Mães.

O número da Central de atendimento aparece logo abaixo da propaganda.

Segundo a revista Veja, o líder estaria se virando para pagar as contas da instituição neopetencostal, nesse período de pandemia.

Atualmente, as igrejas do Brasil e do mundo também foram afetadas drasticamente pela pandemia.

Vários templos foram obrigados a pararem com os cultos e fecharem as portas por tempo indeterminado.

Essa medida foi adotada, no entanto,  para que fosse evitada aglomerações de pessoas dentro dos espaços religiosos.

Recentemente, Valdomiro Santiago,  se envolveu em uma polêmica onde o Ministério Público entrou com um processo contra o pastor, acusando -o de estelionato.

A acusação veio depois de o pastor supostamente estar vendendo sementes milagrosas de feijão, que curavam pessoas de coronavírus, pelo valor de mil reais.

De acordo com o Ministério Público, Valdomiro estaria usando sua influência religiosa para oferecer cura a quem provasse o pagamento.

A Anvisa ressaltou que não existe cura, remédio ou vacina para a covid19 ,portanto, era uma fraude.

No vídeo, o apóstolo falava sobre a “luta” que estava passando para manter a programação no ar e principalmente, pagar os aluguéis e salários dos pastores e auxiliares que serviam a Igreja.

 

Etiquetas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar