Brasil

Pastor é acusado de estupro

Tudo aconteceu num hospital

Uma platinense acusou o pastor José Fabrício de estupro dentro do Hospital Nossa Senhora da Saúde, no município de Santo Antônio da Platina.

O pastor apareceu no quarto dela ,no período em que esteve internada por causa de uma infecção.

Em uma live do Facebook Kênia Machado contou detalhes do que se passou com ela no hospital.

A paciente disse que o pastor chegou para fazer uma visita, perguntou como ela estava e se estava sozinha.

Kenia conta que estava brigada com suas irmã e por isso ficou esses 3 dias de internação sozinha.

No decorrer da conversa, ele apontou para a roupa dela e disse que a paciente estava suja e como ela estava muito debilitada, sem força a pegou no colo e a levou para o banheiro.

Lá tirou a roupa de Kenia, começou a dar banho nela, passando a mão em todos os lugares de seu corpo.

De acordo com a vítima, o pastor disse que ela não deveria se preocupar pois ,quem estava dando banho nela era Jesus e que ele estava com os olhos fechados .

Também relatou que não sabe se realmente ele estava de olhos fechados porque não conseguia olhar pra cima devido a sua fraqueza.

De acordo com Kenia, uma pessoa entrou no quarto e viu tudo o que aconteceu, virando sua testemunha ocular.

A mulher deu queixa na polícia contra o pastor José Fabricio mas não identificou a igreja em que ele pastoreia.

Depois do acontecido, ela sumiu por que foi acusada de ter sido responsável pelo estupro.

O pastor ainda não se pronunciou sobre a acusação mas está impedido de entrar no hospital durante 6 meses para visitar qualquer paciente.

Pastores e Capelães tem direito por lei entrarem em hospitais fora do horário de visitas se estiverem devidamente identificados.

Etiquetas

Um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar