BrasilIgrejaJustiça

Apóstolo Valdomiro Santiago pede um “sacrifício extra” durante a pandemia

Parece que o Pastor Valdomiro Santiago não anda muito bem das pernas financeiramente.

A informação seria do colunista Ricardo Feltrin , do site UOL .

Segundo a coluna, o líder e fundador da Igreja Mundial do Poder de Deus estaria cortando os salários e diminuindo o número de funcionários em sua rede de TV e Rádio.

Outra informação dada por Ricardo, é de que o apóstolo teria reduzido o salário do pessoal de estrutura da igreja.

Vários templos estariam com aluguéis, energia , água atrasados , entre  outros custos.

Mesmo com a liberação dos cultos, a arrecadação nas igrejas não tem sido suficientes para cobrir todas as despesas e débitos existentes da Igreja Mundial .

Por isso, o apóstolo Valdomiro tem sido persistente em seus programas de TV, pedindo que seus fiéis contribuam com algo a mais, um “sacrifício extra”  além dos dízimos e ofertas já doadas, durante a pandemia .

Em um vídeo postado na internet, Valdomiro aparece dizendo : “vão quebrar minha igreja”.

As igrejas, que por falta de cultos presenciais ,sofreram uma grande queda financeira durante a pandemia, se vêem agora , cheias de dívidas acumuladas, sem previsão de quitação.

O pastor que contava com ajuda das ofertas vindas de aquisições de “sementes milagrosas”, que supostamente curava a Covid19, foi denunciado na justiça, pelo Ministério Público, como estelionatário, usando de sua influência religiosa para arrecadar fundos durante a pandemia.

Desde então, os vídeos foram retirados do ar e logo depois, as igrejas foram obrigadas a fechar para evitar aglomerações e determinado em essa entre os fiéis .

Outros líderes religiosos, assim como o apóstolo Valdomiro Santiago, reclamaram do fechamento das igrejas, decisão tomada pelas autoridades durante a pandemia, inclusive, alegando ser o último lugar de refúgio .

Porém,  mesmo com restrições do número de público, algumas igrejas já voltaram a funcionar.

Via UOL.

Etiquetas
Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar