CuriosidadesEvangelismoIgrejaMundoPastorPolêmicas

Igreja vira “bar da adoração ” e choca web

Um líder evangélico encontrou uma forma um pouco atípica de próstata contra as medidas de restrição do novo coronavírus.

O pastor, mudou totalmente a aparência no interior da igreja, transformando -a em um bar.

Caettano chamou então o lugar de “bar da adoração “.

Sua história repercutiu, chamada atenção da imprensa local e tornando famosa em todo o mundo.

O caso aconteceu na Igreja Redentor, Argentina, depois que o governo decidiu que vários espaços públicos poderiam ser reabertos, no entanto, o funcionamento de igrejas não podem.

O templo foi transformado em bar e ,pastores se vestiram de garçons que em bandejas, serviam bíblias aos clientes, ou seja seus fiéis, que estavam sentados em mesas posicionadas como em bares.

“Estamos hoje aqui, vestidos assim, com uma bandeja na mão, porque parece que esta é a única forma de podermos servir a palavra de Deus”, disse o Pastor Cattaneo, na abertura do “bar sagrado”, na Comunidade Redentor.

Em outro momento da celebração, o pastor disse:

“Além da vitela à milanesa rumo à mesa quatro, aqui vai a palavra de Deus da casa do Senhor para todas as nações”, disse Cattaneo em outro momento da celebração.

O pastor ao ser entrevistado pela imprensa local ,falou sobre a perseguição que as igrejas tem enfrentado durante a pandemia.

“Queremos exercer nosso direito constitucional de praticar nossa fé. Bares podem abrir, lojas podem abrir, por que eles estão nos discriminando?”, questionou.

O protesto aconteceu no dia em que a igreja, que fica localizada em San Lorenzo, completava 75 anos da fundação, onde aproveitaram a oportunidade de próstata em meio a comemoração.

Para garantir o funcionamento da igreja, o pastor já anunciou que fará culto drive in em um espaço aberto da igreja.

A Argentina já conta com mais de 50 mil pessoas infectadas pelo novo coronavírus e dentre esse já se estima quase 2 mil mortos.

Fonte: Portal ig

Etiquetas
Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar