BrasilPastorPolêmicasPolitica

Site gospel é acusado de espalhar fake news pela esquerda.

O Portal de notícias Gospel Prime, foi acusado de disseminar fake news sobre o crescimento de “grupos de legalização da pedofilia nas redes sociais”.

Segundo o site, a pública.org, a matéria foi divulgada em maio e amplamente compartilhada pelo Whatsapp, no início do mês de julho, com argumentos vagos e por isso foi citada na CPMI DAS FAKE NEWS.

Segundo o site, o presidente Jair Bolsonaro aproveitou o mesmo argumento descrito pelo gospel prime, para apresentar um Projeto de Lei, que aumenta a pena para próximos, afirmando que ” a esquerda busca meios de descriminalizar a pedofilia, transformando-a em uma mera doença ou opção sexual”, sem provas.

O pública.org afirmou que o presidente mentiu e atiçou com seu discurso, ainda mais “grupos religiosos radicais” e discipulos do filósofo Olavo de Carvalho.

De acordo com o site, vários religiosos políticos,  ajudaram a a disseminar a fake news, assim como outros portais de direita e bolsonaristas, circulando falsas informações via Whatsapp.

Para a esquerda, o presidente usa o tema “pedofilia”, para ganhar apoio de líderes religiosos, que são conservadores “moralistas cristãos”.

“As fake news fazem parte do arcabouço desse moralismo, que tem na ministra Damares, evangélica, um elemento muito representativo no governo federal”, segundo Ricardo Godim, pastor crítico progressista do governo.

Segundo a reportagem, as fake news de pedofilia associado a esquerda, foi um meio que os de direita encontraram para enfraquecer seus inimigos.

Para eles,qualquer um que se levanta contra o governo,  é acusado de ser a favor da pedofilia.

“Não tem como ser a favor da pedofilia. É um tema que perpassa a educação, mobiliza as famílias, é repercutido pela opinião pública. Desperta um pânico moral nas pessoas, mas por vezes carrega um pacote, como um Cavalo de Tróia que, quando aberto, está cheio de ideias anti gênero, anti LGBT e de posições transfóbicas, também bandeiras de grupos católicos e evangélicos conservadores”,disse a pesquisadora Isabela Kalil.

Uma das figuras representadas por essa ação,  seria o you tuber Felipe Neto ,que , ao olhar da reportagem, passou a fazer críticas ao governo,  que o acusou, de associação a pedofilia.

Informações retiradas do site apública.org

0 0 vote
Article Rating

Dayana Silva

Dayana Silva é uma jornalista que trabalha com celebridades gospel desde 2019 e admira tudo o que envolve o mundo gospel. Está sempre de olho no que acontece nas redes sociais e faz questão de prestar atenção nas polêmicas e novidades para informar você!
Comentários
Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Botão Voltar ao topo
1
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x