Brasil

Dono de supermercado ateia fogo em loja para acabar com coronavírus

Em depoimento, o homem alegou que teria ficado preocupado com o coronavírus

 

Proprietário do comércio ateou fogo

Um caso curioso aconteceu na Austrália depois que o dono de um supermercado teria colocado fogo em seu próprio estabelecimento para acabar com o coronavírus.

O fato aconteceu na cidade de Bruce Rock, a 240 quilômetros de Perth, na Austrália, e Edward Mason, de 57 anos, dono do supermercado afirmou ter ateado fogo no estabelecimento para “acabar com o coronavírius e proteger os clientes”.

Cantoras fazem cirurgia plástica em plena pandemia e são detonadas na web

Em depoimento, o homem alegou que teria ficado preocupado com o coronavírus depois que clientes começaram a frequentar o estabelecimento para comprar itens de limpeza, como álcool em gel e papel higiênico.

Richard Lawson, advogado de Edward, disse que o cliente “havia decidido ele mesmo erradicar o coronavírus”, pois pensava até mesmo que já havia sido infectado, principalmente porque recebeu caixas com produtos originários da China, o foco inicial da pandemia.

O caso aconteceu no mês de março e o homem acabou sendo preso. No tribunal de Perth, o australiano revelou ter fumado oito cachimbos de maconha antes de pôr fogo no estabelecimento, e o resultado foi um prejuízo de R$ 3,8 milhões.

Diante do caso, o dono do supermercado foi condenado a 1 ano e 4 meses de prisão, mas a sentença foi suspensa pelo fato de Edward não ter antecedentes criminais e estar muito abalado com a pandemia, determinou o juiz do caso.

Com a pandemia do coronavírus muitas pessoas ficaram desesperadas e especialistas já acreditam que o número de doenças psicológicas podem aumentar nos próximos meses em decorrência desse terror que a pandemia trouxe a vida mundial.

0 0 vote
Article Rating
Comentários
Subscribe
Notify of
guest
6 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Botão Voltar ao topo
6
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x