28 C
Palmas
terça-feira, 24 novembro, 2020

Projeto de lei acaba com prescrição de crime de violência sexual

Saiba Mais

3 dias de escuridão acontecerá em 2020?

Um vídeo no YouTube tem viralizado na internet, uma senhora americana sentada  em uma sala simples, afirma ter ouvido...

Pastora Ludmila Ferber faz revelação sobre doença

A cantora Ludmila Ferber anunciou no início da semana,que estaria de repouso em São Paulo para poder se submeter...

Profecia Tenebrosa de Cabo Daciolo se cumpre e assusta liderança evangélica

Profecia de Daciolo se cumpriu em 2019 e assusta liderança evangélica. Este ano o Daciolo profetizou que Deus irá...
Dayana Ribeiro da Silva
Dayana Ribeiro da Silvahttps://www.mvnoticias.com.br/
Dayana Ribeiro Desde menina sempre foi apaixonada por televisão, noveleira assídua desde as tramas alá Maria do Bairro ou intensas como o furacão Carminha. Formada em Publicidade e Propaganda em 2014. Escreve desde que se conhece por gente.

Publicado em:

Deputado Federal Guiga Peixoto - Portal da Câmara dos Deputados

O Deputado Guiga Peixoto (PSL), criou um projeto de lei para que acabe a prescrição de atos violentos sexuais.

- Advertisement -

O Projeto de Lei 5102/20  foi criado para acabar com a prescrição para o crime de estupro de vulnerável, o abuso sexual cometido contra menores de 14 anos ou pessoas que, por qualquer causa, não possam oferecer resistência.

A prescrição determina o prazo que o Estado tem para punir um crime, que varia de acordo com a pena do ilícito. Com a proposta, esses crimes poderão ser julgados a qualquer tempo, independente da data do crime ou do decorrer do processo.

 

Atualmente, há dois crimes imprescritíveis determinados pela Constituição: o racismo e a ação de grupos armados contra a ordem constitucional e o Estado Democrático.

Núcleo familiar

O autor, deputado Guiga Peixoto (PSL-SP), avalia que não é razoável a prescrição de 20 anos do crime de estupro de vulnerável,  já que as vítimas demoram anos para denunciar o criminoso. O deputado destacou que, em muitos casos, o abusador faz parte do núcleo familiar da vítima: pais, padrastos, tios, primos.

“Temos de compreender que a coragem da pessoa para denunciar o crime pode levar anos para vir à tona e ecoar, de modo que o regramento hoje vigente é insuficiente e injusto com as vítimas”, afirmou.

Idade da vítima

Em 2012, a Lei Joana Maranhão estabeleceu que a contagem da prescrição de crimes sexuais contra crianças e adolescentes será iniciada apenas na data em que a vítima completar 18 anos, exceto se a ação penal tiver já iniciado em data anterior.

Pastor suspeito de molestar adolescente em Anápolis

Para o autor, no entanto, acabar com a prescrição é uma das formas de frear a cultura de estupro. “Denunciar o crime e se deparar ao final do processo com a prescrição é frustrante e revoltante, é contribuir para a impunidade e permitir que este ciclo prossiga e inspire mais violência”, avaliou.

Fonte: Agência Câmara de Notícias

- Advertisement -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -

Últimas

3 dias de escuridão acontecerá em 2020?

Um vídeo no YouTube tem viralizado na internet, uma senhora americana sentada  em uma sala simples, afirma ter ouvido a voz de Deus e...

Pastora Ludmila Ferber faz revelação sobre doença

A cantora Ludmila Ferber anunciou no início da semana,que estaria de repouso em São Paulo para poder se submeter à uma bateria de novos...

Profecia Tenebrosa de Cabo Daciolo se cumpre e assusta liderança evangélica

Profecia de Daciolo se cumpriu em 2019 e assusta liderança evangélica. Este ano o Daciolo profetizou que Deus irá abalar o congresso nacional e...

Pastor evangélico é acusado de viver triângulo amoroso com esposa e ovelha

Estamos vivendo o fim dos tempos mesmo, desta vez uma história que vai chocar o mundo gospel. O pastor identificado com o nome Aldemar...
- Advertisement -

Veja Mais

- Advertisement -