27 C
Palmas
quinta-feira, 21 janeiro, 2021

A salvação afeta mais do que apenas a eternidade?

- Advertisement -
- Advertisement -

Como cristãos, muitas vezes, nosso entendimento da salvação é que é nossa passagem para o céu depois de morrermos, e para ter a salvação, temos que receber Jesus Cristo em nossos corações e mentes.

Embora isso seja parcialmente correto, a ideia de que a salvação só pode ser alcançada quando morremos é parcialmente incorreta porque a salvação não é apenas uma passagem para o céu, ao contrário, é uma virada de 360 ​​graus em nossas vidas terrenas de alguém que pensa apenas neste mundo para alguém que é afetado pelas coisas que podem ser alcançadas no céu, que é a pura alegria de Deus, Jesus e do Espírito Santo.

Para entender melhor isso, vamos dar uma olhada em uma passagem da Bíblia que descreve a salvação como algo que não é apenas sobre a eternidade.

A salvação é pela graça de Deus e recebida pela fé

Em Efésios 2: 8-9, está escrito: “Porque é pela graça que fostes salvos, pela fé – e isto não vem de vós, é dom de Deus – não por obras, para que ninguém se glorie . ” Esta passagem bíblica enfatiza que a salvação não é alcançada por meio de obras, mas pela fé em Cristo Jesus. Jesus morreu na cruz para nos salvar de nossos pecados e nos reconciliar com nosso pai.

O Pai deu Seu Filho unigênito, não por causa de nossas boas ações, mas porque Deus é bom para nós e nos ama. Quando Jesus morreu na cruz, estávamos livres do pecado e recebemos a vida eterna. Isso é mais enfatizado em Romanos 6:23, “Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus nosso Senhor”.

Sim, é somente por meio de Cristo Jesus que recebemos a salvação, mas depois que recebemos a Cristo, somos ordenados a voltar as costas ao pecado, porque o pecado é a morte. Recebemos o mandamento de ser uma nova criação assim que recebermos Cristo. Como está escrito,

Portanto, se alguém está em Cristo, a nova criação veio: o antigo se foi, o novo está aqui! Tudo isso vem de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por meio de Cristo e nos deu o ministério da reconciliação: que Deus reconciliava consigo o mundo em Cristo, sem contar os pecados das pessoas contra elas. E ele nos confiou a mensagem de reconciliação. Somos, portanto, embaixadores de Cristo, como se Deus fizesse seu apelo por nosso intermédio. Nós te imploramos em nome de Cristo: reconcilie-se com Deus. Deus fez aquele que não tinha pecado ser pecado por nós, para que nele pudéssemos nos tornar a justiça de Deus (2 Coríntios 5: 17-21).

Portanto, devemos nos afastar dos maus caminhos uma vez que tenhamos recebido o presente da salvação de Jesus. Isso é repetido e somos lembrados por isso nas passagens de João 15,

“Assim como o Pai me amou, eu também te amei. Agora permaneça no meu amor. Se você obedecer aos meus mandamentos, permanecerá no meu amor, assim como eu guardei os mandamentos do meu Pai e permaneço no seu amor. Eu disse isso a você para que minha alegria esteja em você e que a sua alegria seja completa. Meu comando é este: amem-se como eu os amei. Ninguém tem maior amor do que este: dar a vida pelos amigos. Vocês são meus amigos se fizerem o que eu mando. Não os chamo mais de servos, porque um servo não sabe os negócios de seu senhor. Em vez disso, chamei vocês de amigos, porque tudo o que aprendi com meu Pai lhes fiz saber. Você não me escolheu, mas eu te escolhi e designei-o para que você vá e dê frutos – frutos que durarão – e para que tudo o que você pedir em meu nome o Pai vai dar-lhe. Este é o meu comando: amem-se (João 15: 9-17).

A vida eterna fala tanto da qualidade quanto da quantidade de vida

A vida começa quando somos salvos. A vida começa quando recebemos Cristo. Em Efésios 2:10, está escrito: “Porque nós somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus de antemão preparou, para que nelas andássemos”.

Portanto, uma vez que recebemos a Cristo, temos a responsabilidade eterna de seguir Seus mandamentos, que é amar a Deus de todo o nosso coração e amar nosso próximo como amamos a nós mesmos. Isso significa que, para amarmos nosso próximo, devemos ter um bom relacionamento com tudo o que Deus criou. Este tipo de vida aqui na terra é de boa qualidade porque é vivida pelo Espírito de Deus.

Além da qualidade de vida, a quantidade de nossas vidas também importa – contando nossas bênçãos sejam quais forem, não importa quão grande ou pequena possa parecer. A vida na terra é apenas um antegozo do que está reservado para nós no palácio de Deus e é por isso que temos que aproveitá-la ao máximo, cuidando dela e também sendo gratos por ela.

Devemos Nutrir o Ministério

Então Jesus veio até eles e disse: “Toda a autoridade nos céus e na terra me foi dada. Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, e ensinando-os a obedecer a tudo que eu lhes ordenei. E certamente estarei com você sempre, até o fim dos tempos ” (Mateus 28: 18-20).

Como pessoas que receberam a salvação, devemos multiplicar a defesa de Cristo compartilhando as boas novas. Esta é a Grande Comissão e nós fazemos parte dela.

Isso é repetido por Paulo em 2 Coríntios 5. Nossas vidas estão ligadas ao ministério de Jesus Cristo, uma vez que recebemos a salvação. Nós morremos dos nossos pecados e nos tornamos novos por meio de Jesus e é por isso que devemos servi-Lo.

Ao escolher receber a Cristo, tornamo-nos os portadores das boas novas e de uma nova esperança e perdão para os outros. Este é um belo presente que recebemos por meio da salvação. Quando somos salvos, temos um relacionamento eterno com Deus.

Isso não é experimentado apenas na vida após a morte, mas sim, é experimentado aqui na terra. Está escrito: “No entanto, para todos os que o receberam, para aqueles que acreditaram em seu nome, ele deu o direito de se tornarem filhos de Deus – filhos nascidos não de descendência natural, nem de decisão humana ou da vontade de um marido, mas nascidos de Deus ”(João 1: 12–13).

Sim, temos a promessa de vida eterna por meio da salvação, mas nosso relacionamento contínuo com Deus por meio de Cristo Jesus é o efeito da salvação e, portanto, devemos continuar a nutri-la. Como está escrito,

Agora, àquele que é capaz de fazer muito mais abundantemente do que tudo o que pedimos ou pensamos, de acordo com o poder que opera em nós, a ele seja a glória na igreja e em Cristo Jesus por todas as gerações, para todo o sempre. Amém (Efésios 3: 20-21).

Crédito da foto: © iStock / Getty Images / Tonktiti


Glory Dy é criador de conteúdo há mais de 10 anos. Ela mora em um subúrbio tranquilo com sua família e quatro gatos.

- Advertisement -
Dayana Ribeiro da Silva
Dayana Ribeiro da Silvahttps://www.obuxixogospel.com.br/
Dayana Ribeiro Desde menina sempre foi apaixonada por televisão, noveleira assídua desde as tramas alá Maria do Bairro ou intensas como o furacão Carminha. Formada em Publicidade e Propaganda em 2014. Escreve desde que se conhece por gente.

Latest news

- Advertisement -

Related news

- Advertisement -
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x