26 C
Palmas
domingo, 17 janeiro, 2021

Como podemos agradecer em todas as coisas?

Saiba Mais

Dayana Ribeiro da Silva
Dayana Ribeiro da Silvahttps://www.obuxixogospel.com.br/
Dayana Ribeiro Desde menina sempre foi apaixonada por televisão, noveleira assídua desde as tramas alá Maria do Bairro ou intensas como o furacão Carminha. Formada em Publicidade e Propaganda em 2014. Escreve desde que se conhece por gente.

Publicado em:

Vemo-lo impresso em guardanapos ou bonitos cartazes com o tema do outono: “Dê graças em todas as circunstâncias” Mas muitas vezes é muito mais fácil falar do que fazer.

Enquanto nos preparamos para nos reunir com a família e amigos para o Dia de Ação de Graças, nossos corações e mentes começam a se voltar para todas as coisas que colhemos, desde a gratidão e generosidade até a gratidão e apreço por pequenas bênçãos.

- Advertisement -

Mas especialmente neste ano, quando tudo, desde a agitação econômica e racial até uma pandemia, está interrompendo grande parte de nossa rotina diária e até mesmo nossas celebrações de Ação de Graças, muitos de nós lutamos contra a gratidão. Claro, somos gratos por nossa saúde, nossa família, pela própria respiração em nossos pulmões.

Mas como honramos as palavras do apóstolo Paulo em 1 Tessalonicenses 5:18 para “dar graças em todas as circunstâncias” quando tantas adversidades nos rodeiam? Como podemos agradecer em todas as coisas?

É bíblico agradecer em todas as coisas?

A noção de gratidão ecoa por toda a Bíblia e esta linha particular vem da carta de Paulo à igreja primitiva em Tessalônica.

O versículo completo nos incentiva a “dar graças em todas as circunstâncias; porque esta é a vontade de Deus para vocês em Cristo Jesus ”(1 Tessalonicenses 5:18). Isso segue duas outras diretrizes de Paulo, incluindo que também devemos nos alegrar sempre e orar continuamente (1 Tessalonicenses 5: 16-17).

Escrita por volta de 51 DC, a carta de Paulo aos tessalonicenses pretendia ser um encorajamento para a igreja primitiva, elogiando-os por sua maturidade espiritual e persistência e pressionando-os a um crescimento mais profundo em sua fé.

Essas três coisas – alegria, oração e ação de graças – são evidências do fogo do Espírito Santo operando em cada crente, algo que Paulo bem conhecia. Na verdade, ele seguiu sua instrução de se alegrar, orar e dar graças com uma ordem para que esses crentes “não apaguem o Espírito” (1 Tessalonicenses 5:19).

Sua alegria, oração e ação de graças atiçam as chamas do Espírito, ajudando a acender fogos semelhantes para o Senhor em toda a terra.

O que significa ‘agradecer’?

A frase “dai graças”, em 1 Tessalonicenses 5:18, vem da palavra grega eucharisteō ou Eucaristia, que o Dicionário Grego da Bíblia de Strong define como ser grato ou expressar gratidão, como dar graças em uma refeição.

É a mesma palavra usada em outros momentos de ação de graças na Bíblia, como quando Jesus deu graças pelos sete pães e os peixes em Mateus 5:36 e então os usou para alimentar milagrosamente milhares de homens, mulheres e crianças, ou em Lucas 15:16 quando Jesus curou os dez leprosos, e um se jogou aos pés de Jesus em gratidão.

É valorizar os dons e bênçãos que temos, aos quais não temos direito, mas que Deus nos dá gratuitamente porque nos ama e cuida de nós. Ele nos deu não apenas vida nesta terra em nossa forma humana, mas também vida eterna se seguirmos e crermos em Seu Filho, Jesus Cristo.

Por que devemos agradecer em todas as coisas?

Gratidão e gratidão são conceitos importantes espalhados por toda a Bíblia. Muitos dos salmos têm o objetivo de oferecer ações de graças, e sabemos que a gratidão era uma parte importante do Velho Testamento.

O povo de Deus oferecia sacrifícios como forma de agradecimento, bem como cantava canções de agradecimento. No Novo Testamento, vemos pessoas agradecendo profundamente pelos milagres, assim como Jesus agradecendo a Deus por comida, cura, sinais e muito mais.

Devemos ser gratos por todas as coisas, mesmo quando a vida não está indo como gostaríamos. Não precisamos ser felizes, nem a vida precisa ser perfeita para sermos gratos. Paulo escreveu muito sobre a importância da gratidão, e muito disso ele escreveu enquanto estava passando por um profundo sofrimento.

Ele agradeceu a Deus por sua vida, pela oportunidade de conhecer a Cristo e pela chance de pregar a palavra de Deus, mesmo quando estava passando por circunstâncias terríveis, como prisão e outras perseguições.

A gratidão nos ajuda a manter uma atitude positiva e grata em relação à vida e às bênçãos que recebemos. Isso nos ajuda a lembrar que não merecemos nada, e somente por causa do grande amor e misericórdia de Deus é que nos foi concedida a vida.

Como agradecemos em todas as coisas?

Isso ajuda a lembrar que não devemos agradecer “por tudo”, mas “em tudo”. Esta é uma distinção importante.

Não é que devemos ser gratos para uma doença ou calamidade, mas sim que, enquanto estamos passando por uma situação difícil, é importante ter um coração grato e positivo que agradece a Deus pela vida ou outras bênçãos, apesar de nossa situação atual.

Ou seja, apesar de nossos problemas, decepções, fracassos ou mágoas, devemos ser gratos pelas coisas boas da vida.

Podemos agradecer por meio da oração

Uma maneira de agradecer em todas as coisas é por meio da oração. Quando oramos, falamos com Deus. Voltamos nossos corações e mentes para Ele e mantemos nossa atitude em um estado de gratidão e relacionamento, o que nos ajuda a ser mais gratos.

Dediquem-se à oração, sejam vigilantes e gratos (Colossenses 4: 2).

Não te preocupes com nada, mas em cada situação, por meio de oração e súplica, com ação de graças, apresente seus pedidos a Deus. (Filipenses 4: 6).

Falar com Deus ajuda, principalmente com o tempo.

Podemos agradecer através da perspectiva

Outra maneira é abraçar as coisas do céu em vez das coisas da terra. Os itens materiais vêm e vão. Os edifícios desmoronam e os ossos viram pó. Mas Deus e o Reino de Deus são para sempre.

Manter nosso foco nas coisas do céu nos ajuda a prestar atenção ao que realmente importa e nos ajuda a cultivar um coração de gratidão pelas bênçãos intangíveis. Como Jesus nos diz no Evangelho de Mateus,

“Não acumulem para vocês tesouros na terra, onde as traças e os vermes destroem e onde os ladrões invadem e roubam. Mas acumulem tesouros no céu, onde as traças e os vermes não destroem e os ladrões não invadem nem roubam. Pois onde estiver o seu tesouro, aí estará também o seu coração ” (Mateus 6: 19-21).

Podemos agradecer ao nos esforçarmos pela mentalidade inicial correta

Uma terceira maneira é adotar uma atitude de gratidão desde o início. O Salmo 100 é conhecido como o “salmo da gratidão”. Diz-nos:

Gritem de alegria ao Senhor, toda a terra. Adore ao Senhor com alegria; venha antes dele com canções alegres. Saiba que o Senhor é Deus. Foi ele quem nos fez, e nós somos seus; nós somos seu povo, as ovelhas de seu pasto. Entre em seus portões com ações de graças e seus tribunais com louvor; agradeça a ele e elogie seu nome. Pois o Senhor é bom e seu amor dura para sempre; sua fidelidade continua por todas as gerações.

Quando entramos nos portões do Senhor com gratidão, temos a mentalidade certa desde o início. Isso afeta o resto de nossa jornada.

Podemos agradecer até mesmo pelas dificuldades

Quando podemos fazer tudo isso, descobrimos que podemos até estender nossos corações para algo que nunca imaginamos que poderíamos fazer: ser grato até mesmo pelos momentos difíceis e pelas dificuldades.

Romanos 8:28 nos diz: “E sabemos que em todas as coisas Deus trabalha para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados segundo o seu propósito”.

Isso significa que mesmo coisas ruins podem ser usadas para servir a um bom propósito. Uma enfermidade pode ajudar a nos aproximar de Deus; na verdade, Paulo tinha o que chamou de “espinho na carne” que implorou a Deus para remover, mas Deus escolheu não fazê-lo.

Ele percebeu que seu “espinho” no final das contas ajudou a glorificar a Deus, pois o poder de Deus “se aperfeiçoa na fraqueza” (2 Coríntios 12: 9). A morte de alguém próximo a nós pode nos ajudar a aprender a confiar melhor em Deus e a nos achegar mais a ele.

Lembre-se: agradecer em todas as coisas é um processo. Mas, por meio da oração, da perspectiva, de uma atitude positiva e de um coração aberto e disposto, podemos aprender a cultivar mais gratidão.

Crédito da foto: © iStock / Getty Images Plus / natalie_board


Foto do rosto da autora de Jessica BrodieJessica Brodie é uma romancista, jornalista, editora, blogueira e treinadora de redação cristã premiada e recebeu o prêmio American Christian Fiction Writers Genesis de 2018 por seu romance, The Memory Garden. Ela também é editora do South Carolina United Methodist Advocate, o jornal mais antigo do Metodismo. Aprenda mais sobre sua ficção e leia seu blog sobre fé em jessicabrodie.com. Ela também tem um devocional semanal no YouTube. Você também pode se conectar com ela no Facebook, Twitter, e mais. Ela também produziu um e-book gratuito, Uma vida centrada em Deus: 10 práticas baseadas na fé quando você está se sentindo ansioso, mal-humorado ou estressado.

- Advertisement -
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
- Advertisement -

Últimas

- Advertisement -

Veja Mais

- Advertisement -
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x