25 C
Palmas
domingo, 17 janeiro, 2021

Perdão e reconciliação na Bíblia: significado e diferenças

Saiba Mais

Cantora gospel morre em altar louvando a Deus com Hino

A notícia da morte da cantora deixou a igreja Assembléia de Deus, pegou todos de surpresa no final do...

Profecias revela algo assustador em 2021, Profeta afirma “Muitos vão morrer de COVID-19”

Mais uma profecia chocou mundo gospel nesta semana. Muitas pessoas nas redes Sociais compartilharam um vídeo de uma profecia...

Pastor evangélico é investigado por abusar de mulher dentro de igreja

O pastor da Igreja Assembléia de Deus em Belém é acusado por abusar sexu@lmente de uma mulher que seria...

Pastor evangélico é acusado de viver triângulo amoroso com esposa e ovelha

Estamos vivendo o fim dos tempos mesmo, desta vez uma história que vai chocar o mundo gospel. O pastor...
Dayana Ribeiro da Silva
Dayana Ribeiro da Silvahttps://www.obuxixogospel.com.br/
Dayana Ribeiro Desde menina sempre foi apaixonada por televisão, noveleira assídua desde as tramas alá Maria do Bairro ou intensas como o furacão Carminha. Formada em Publicidade e Propaganda em 2014. Escreve desde que se conhece por gente.

Publicado em:

Definição de perdão

Somos instruídos várias vezes na Bíblia a perdoar os outros. Era uma parte explícita da oração modelo de Jesus em Mateus 6: 7-15. Perdoar é a palavra grega aphiēmi, que significa “mandar embora, despedir, sofrer para partir; para emitir, enviar. ” Em relação a uma ofensa contra nós, significa que a rejeitamos ou a rejeitamos. Não nos apegamos a essa ofensa, guardando-a em nossos corações. Em vez disso, tratamos como se não tivesse ocorrido.

Definição de Reconciliação

- Advertisement -

A palavra “reconciliação” é menos comumente usada. E geralmente, pelo menos na Escritura, trata da relação entre Deus e a humanidade. Reconciliação é a palavra grega katallagē, que significa “uma troca; reconciliação, restauração a favor ”.

A reconciliação pressupõe um relacionamento rompido. Algo aconteceu que fez com que duas partes se separassem. Os dois podem ter sido amigos. Pode ser uma relação comercial. Ou pode ser tão íntimo quanto o casamento. Mas agora há algo entre eles.

Qual é a diferença entre perdão e reconciliação?

A reconciliação envolve perdão. Mas vai além do perdão. Quando eu perdoo alguém, não há garantia de que teremos um relacionamento restaurado. Pode ser que, mesmo depois de perdoar alguém, continuemos separados. A reconciliação, entretanto, restaura o relacionamento.

O perdão pode ser unilateral. Mas a reconciliação requer que ambas as partes estejam dispostas a participar na restauração do relacionamento. É sempre possível e esperado que eu perdoe. Mas a reconciliação não será possível se a outra parte não estiver disposta a participar.

Perdão e Reconciliação nas Relações Humanas

O perdão é comandado.

O perdão é difícil. Mas o seguimento da oração modelo (a Oração do Senhor) em Mateus 6: 9-13 é claro. Se não estivermos dispostos a perdoar os outros, não temos razão para esperar que Deus nos perdoe (Mateus 6: 14-15).

“Suportem um ao outro e perdoem um ao outro se algum de vocês tiver uma queixa contra alguém. Perdoa como o Senhor te perdoou ”(Colossenses 3:13).

O perdão não é necessariamente uma rua de mão dupla.

Um problema que muitos têm com o perdão é que o veem como uma via de mão dupla. Eles estão dispostos a perdoar apenas quando aquele que os ofendeu se arrepende e busca perdão. Mas a Escritura não limita o perdão.

Pelo contrário. Os exemplos de Jesus (Lucas 23:34) e Estevão (Atos 7:60) demonstram perdão, mesmo quando o erro está ocorrendo. No meio de suas execuções, ambos oraram pelo perdão daqueles que os mataram.

Procure a reconciliação onde for possível.

Embora Romanos 12:18 não use a palavra “reconciliação”, creio que nos dá instruções explícitas sobre a necessidade de reconciliação. Paulo nos diz que “se for possível, no que depender de você, viva em paz com todos”. Devo lutar pela reconciliação. Mas nem sempre é possível.

Em Mateus 5: 23-24, Jesus também dá instruções sobre a necessidade de reconciliação. Ele nos diz que “se você está oferecendo sua dádiva no altar e lá se lembra que seu irmão ou irmã tem algo contra você, deixe sua dádiva ali em frente ao altar. Primeiro, vá e se reconcilie com eles; então venha e ofereça o seu presente. ” Relacionamentos rompidos com as pessoas podem impactar meu relacionamento com Deus, dificultando minha oração.

Qual é a minha responsabilidade quando tenho um relacionamento prejudicado com outra pessoa? Eu preciso perdoá-los, seja qual for a ofensa entre nós. E eu deveria buscar a reconciliação. Mas a reconciliação pode não ser possível. Não tenho controle sobre como a outra pessoa pode responder. Mas, de minha parte, devo tentar. E mesmo que não funcione, devo continuar a fazer o meu melhor para viver em paz com eles.

Perdão de Deus

Mais importante do que a reconciliação humana é a reconciliação entre Deus e a humanidade. Enquanto o primeiro impacta minha vida aqui na terra, o último impacta minha eternidade. Receber o perdão de Deus e reconciliar-se com ele são de extrema importância.

Precisamos do perdão de Deus.

Por que precisamos primeiro de perdão e reconciliação? Você não precisa ler muito na Bíblia para encontrar a resposta para essa pergunta. O terceiro capítulo de Gênesis registra Adão e Eva desobedecendo a Deus e se afastando dele. E essa é a história de toda a humanidade. Todos nós pecamos e carecemos da glória de Deus (Romanos 3:23).

Todos nós precisamos do perdão de Deus. Nosso relacionamento com Deus está quebrado. Precisamos nos reconciliar com ele. E a boa notícia é que Deus nos deu o que mais precisamos: perdão e reconciliação.

O sangue era necessário para o perdão.

Nas Escrituras, receber perdão é mais do que a parte ofensora dizendo “Sinto muito” para a pessoa ofendida. A restituição é necessária. Êxodo 22: 1-15 e Números 5: 5-7 contêm exemplos da restituição que é necessária para uma variedade de ofensas.

Mas se a ofensa é contra Deus, o derramamento de sangue é necessário (Hebreus 9:22). Isso geralmente assumia a forma de um animal oferecido a Deus como sacrifício. O animal paga a pena pela ofensa, permitindo que o ofensor receba perdão.

Mas no final, o sangue de touros e cabras não foi capaz de lidar adequadamente com meu pecado (Hebreus 10: 4). Um sacrifício maior foi necessário. E esse sacrifício mais perfeito foi Jesus (Hebreus 10:10), que foi o sacrifício expiatório pelos pecados do mundo (1 João 2: 2).

Por causa do sacrifício de Jesus em nosso favor, a parte ofendida, Deus, perdoou a parte ofensora, a humanidade.

Reconciliação com Deus

Deus atrai pecadores a um relacionamento consigo mesmo.

O perdão não significa que estamos reconciliados com Deus. Restaurar um relacionamento requer algo de ambos os lados do relacionamento rompido. Requer um desejo de restauração. E então agindo de acordo com esse desejo.

Da parte de Deus, ele me perdoou por minha rebelião contra ele. Mas ele vai além disso. Ele ativamente atrai o pecador de volta para si mesmo. Seu Espírito e graça trabalham na vida do pecador para convencer (João 17: 7-11) e habilitar o desejo de restauração (João 6:44, 65).

O que é necessário do lado humano da equação? O que Deus espera de mim no processo de reconciliação? Ao reconciliar os relacionamentos humanos, geralmente tenho que encontrar a outra pessoa no meio do caminho. Isso também não seria verdade na reconciliação com Deus? Que eu o encontre no meio do caminho; fazendo minha parte?

Pelo contrário. A Bíblia ensina que tudo que trago para a mesa é a fé. Deus fez tudo o que era necessário para a reconciliação. Tudo o que ele exige de mim é que eu aceite.

Reconciliação é a mesma coisa que salvação?

Nas Escrituras, vemos que fomos salvos (Atos 16: 30-31), estamos operando nossa salvação (Filipenses 2:12) e seremos salvos quando Cristo voltar (Romanos 13:11). A salvação realmente começa para nós com a reconciliação.

Em Efésios 2: 8, quando Paulo diz: “pela graça sois salvos, por meio da fé”, creio que ele está se referindo à reconciliação com Deus. A reconciliação é um ato da graça de Deus, um dom que nos é dado gratuitamente. Um presente aceito pela fé, independente de quaisquer obras de minha parte.

Os pecadores são reconciliados com Deus em Cristo.

Observe que na passagem acima que “Deus estava reconciliando o mundo consigo mesmo em Cristo”(2 Coríntios 5:19). Em Cristo é uma frase comum para Paulo. Como crentes, estamos em Cristo. E, estando em Cristo, sua experiência se torna nossa experiência. Com Cristo, experimentamos sua crucificação, sepultamento e ressurreição (Romanos 6: 1-10). E agora estamos sentados com Cristo à direita do Pai (Colossenses 3: 1-4).

É quando entramos em Cristo que experimentamos a reconciliação com Deus. Cristo criou em si mesmo uma nova humanidade. E é essa nova humanidade que experimenta a reconciliação com Deus (Efésios 2: 14-16). A velha humanidade, representada pelo Adão caído, está quebrada. É a nova humanidade, em Cristo, que se reconcilia com Deus.

Crédito da foto: Getty / Macniak

- Advertisement -
- Advertisement -

Últimas

Cantora gospel morre em altar louvando a Deus com Hino

A notícia da morte da cantora deixou a igreja Assembléia de Deus, pegou todos de surpresa no final do...
- Advertisement -

Veja Mais

- Advertisement -