26 C
Palmas
domingo, 17 janeiro, 2021

Qual é o verdadeiro significado da vida? Encontrando seu propósito na vida com o Criador da Vida

Saiba Mais

Dayana Ribeiro da Silva
Dayana Ribeiro da Silvahttps://www.obuxixogospel.com.br/
Dayana Ribeiro Desde menina sempre foi apaixonada por televisão, noveleira assídua desde as tramas alá Maria do Bairro ou intensas como o furacão Carminha. Formada em Publicidade e Propaganda em 2014. Escreve desde que se conhece por gente.

Publicado em:

Nós, humanos, nascemos neste mundo sem saber exatamente quem somos (identidade), de onde viemos (origem), porque estamos aqui (significado), para que viver e como devemos viver (objetivo), e para onde estamos indo (destino)

- Advertisement -

A questão sobre o sentido da vida foi levantada em cada geração e investigada ao longo da história. Tem havido diferentes pontos de vista sobre este assunto de diferentes pessoas e culturas. Nossa compreensão do significado da vida é importante porque molda nosso modo de vida.

Visões Seculares e Cristãs sobre o Significado da Vida

Então, do que se trata a vida? Ame. Riqueza. Felicidade. Auto desenvolvimento. Sabedoria. Influência. Serviço. Essas são algumas respostas populares que podemos ter ouvido e, embora alguns pontos de vista sejam biblicamente relevantes, a vida poderia ter um significado mais profundo?

Suponha que a vida envolva tudo o que foi mencionado acima, alguém se sentiria verdadeiramente realizado depois de realizar todas essas coisas boas (Mateus 16:26)? E as pessoas que, infelizmente, não podiam fazer o mesmo? Por exemplo, vítimas de guerra, vítimas de desastres naturais, bebês natimortos, etc. – era justo concluir que suas vidas simplesmente não tinham sentido? Claro que não. Só porque alguém teve (ou fez) mais coisas boas na vida não significa necessariamente que sua vida seja mais significativa do que aqueles que não têm. Mais fortuna não representa simplesmente mais significado.

O autor acredita que antes de examinarmos o significado da vida, precisamos primeiro abraçar o milagre da vida. A ciência mostrou evidências da existência do Criador. A vastidão do universo, as maravilhas da natureza, a complexidade dos organismos vivos, tudo testemunha que deve haver um Projetista supremamente inteligente, que colocou tudo precisamente em ordem.

À luz disso, a vida não pode ser sem sentido – e deve girar em torno do Criador de todas as coisas (João 1: 3). O verdadeiro sentido da vida deve, portanto, ser visto pelas lentes do Doador da Vida e ser encontrado nele.

Significado da vida na Bíblia

Rei Salomão: Teme a Deus e guarda os Seus mandamentos. Salomão, filho de Davi e Rei de Israel, é descrito como o homem mais rico e sábio de seu tempo (1 Reis 3: 12-13). No entanto, apesar de todo o poder e prazeres que tinha, ele sentiu um vazio, e tudo parecia sem sentido.

Ele confessou que há algo além da vida terrena que Deus colocou no coração humano e que Deus, o Criador, está sempre no controle, embora ninguém possa entender perfeitamente Sua obra (Eclesiastes 3:11).

Ele também deixou implícito que a vida pode significar desfrutar do dom de Deus (Eclesiastes 3: 12-13), e afinal o que importa na vida é nossa reverência e obediência a Deus porque Seu julgamento é certo (Eclesiastes 12: 13-14).

Jó: Confie em Deus, não importa o quê. Jó estava entre os homens mais prósperos da Bíblia, conhecido por seu exemplo de vida de um homem sincero e irrepreensível que sofreu. Ele é talvez o homem que passou pelos “altos” e pelos “baixos” mais baixos da vida, desfrutando e depois perdendo sua família, saúde e riqueza. Em meio ao seu sofrimento, Jó amaldiçoou desesperadamente seu nascimento (Jó 3), mas ele ainda tinha fé no poder redentor de Deus (Jó 19:25).

Depois de toda essa dolorosa experiência, os olhos de Jó foram abertos para conhecer a Deus mais pessoalmente. Seu relacionamento com Deus foi renovado (Jó 42: 5), e “o Senhor lhe restaurou a sorte e deu-lhe o dobro do que tinha antes” (Jó 42:10).

Através da vida de Jó, podemos aprender sobre a soberania de Deus sobre o sofrimento de Seus santos. A vida para Jó pode significar uma jornada de conhecer a Deus e confiar nEle a cada momento, especialmente nos mais sombrios.

Jesus Cristo: Busque e salve os perdidos. Jesus Cristo veio a este mundo com uma missão clara: buscar e salvar pecadores (Lucas 19:10). Jesus é o próprio Deus que viveu na terra em um corpo humano (Colossenses 2: 9-10), e ele é o único mediador entre Deus e os homens (1 Timóteo 2: 5). Ele se identificou como o caminho [to the heavenly Father], a verdade e a vida; e indicou claramente que conhecê-lo é igual a conhecer o próprio Deus (João 14: 6).

Embora sua vida tenha sido relativamente breve (cerca de 34 anos), seu impacto é tremendamente incomparável porque ele dedicou sua vida a fazer a vontade de Deus ao terminar a obra da redenção na cruz (João 4:34, 19:30).

Jesus é o Filho do Homem que veio para servir e oferecer a sua vida pela salvação da humanidade (Marcos 10:45). O propósito de sua vida é nos dar vida abundante nele (João 10:10).

Paulo: Conheça Jesus Cristo. Paulo, anteriormente conhecido como Saulo, é o exemplo real de um homem cuja vida foi radicalmente transformada após um encontro com Cristo. Ele costumava perseguir os cristãos, mas após sua conversão, ele se tornou o apóstolo de Cristo. Ele é o autor de 13 livros do Novo Testamento (possivelmente 14 se incluirmos Hebreus), que apresenta importantes fundamentos da fé cristã em que acreditamos hoje.

Vida para Paulo significa Cristo – ele comprometeu totalmente sua vida pela fé em Jesus, para dar frutos para o reino de Deus (Gálatas 2:20, Filipenses 1: 21-22). Seu objetivo final é conhecer Jesus e experimentar o poder de sua ressurreição por meio de seu sofrimento e morte (Filipenses 3: 10-11). A vida é como uma corrida enquanto ele buscava o prêmio: uma coroa imperecível do Senhor no dia do julgamento (1 Coríntios 9: 24-25, 2 Timóteo 4: 7-8).

7 aspectos para o significado (objetivo) da vida de acordo com a Bíblia

1. Para exibir a glória de Deus. Entre toda a criação, apenas os humanos foram criados à imagem do Criador. A primeira das bênçãos de Deus para a humanidade é a fecundidade, para multiplicar e encher a terra e governá-la (Gênesis 1: 26-28, Salmo 8). Observe que o trabalho é uma bênção de Deus, não uma maldição. Nosso trabalho deve ser uma demonstração da grandeza de Deus e, portanto, em tudo o que fazemos, devemos fazê-lo com o motivo certo: para a glória de Deus (1 Coríntios 10:31).

2. Para buscar o reino de Deus. Nossa primeira prioridade na vida é buscar o reino de Deus e Sua justiça, fazer o que Ele deseja que façamos (Mateus 6:33). Oramos de acordo com a vontade de Deus quando pedimos que Seu reino venha e que Sua vontade seja feita na terra como no céu (Mateus 6:10). O reino de Deus é viver em verdade, paz e alegria por meio da obra de Seu Espírito em nossos corações (Romanos 14:17).

3. Para proclamar as obras de Deus. Antes de conhecer a Cristo, os humanos vivem uma vida vazia e pecaminosa. Mas uma vez que confiamos em Cristo, por meio de sua obra na cruz, Deus nos liberta da escravidão do pecado, nos salva da morte eterna e nos é dada uma nova identidade para declarar as coisas maravilhosas que Ele fez (1 Pedro 1: 18-19, 2: 9).

Somos exclusivamente criados por Deus e equipados com talentos e habilidades naturais para realizar boas obras, as quais Deus nos chamou para fazer (Efésios 2:10).

4. Para crescer no conhecimento de Deus. O objetivo final da busca humana por sabedoria e conhecimento é entender Deus, o maior de todos (Provérbios 9:10). Visto que cremos em Cristo, nascemos de novo e nos tornamos uma nova criatura (2 Coríntios 5:17).

Nosso desejo se renova: sempre honrar e agradar a Deus, dar bons frutos e conhecê-lo melhor (Colossenses 1:10). O conhecimento de Deus nos leva a adorá-Lo e amá-Lo mais.

5. Para acreditar na Palavra de Deus. Sabendo que Jesus é a representação perfeita de Deus, a melhor coisa que podemos fazer na vida é acreditar nele. Jesus é a Palavra de Deus (João 1: 1), o Princípio e o Fim, o Deus Todo-Poderoso (Apocalipse 1: 8). Precisamos não apenas conhecê-lo, mas também acreditar nele, porque a fé nos ajuda quando não podemos entender.

O próprio Jesus disse que crer nele é a única obra que Deus deseja de nós (João 6:29). Ao permanecermos nele, a fonte da graça e da verdade (João 1:14), continuamos a viver pela fé no poder de Deus (Romanos 1: 16-17). Acreditar em Cristo significa que temos tudo de que precisamos.

6. Para compartilhar o amor de Deus. A Bíblia nos diz para viver com valores eternos: fé, esperança e amor (1 Coríntios 13:13), que só podem ser encontrados em Cristo. Como fomos cumpridos com o amor de Deus, devemos também compartilhá-lo com os outros, carregando os fardos uns dos outros (Gálatas 6: 2) e discipulado (Mateus 28: 18-20).

Naturalmente, nascemos com egocentrismo, no entanto, por Seu amor, somos sobrenaturalmente transformados em uma nova pessoa com uma capacidade guiada pelo Espírito de amar a Deus e aos outros (Lucas 10:27). Amor de Deus (ágape) é incondicional e ao longo desta vida, aprendemos a amar como Ele nos amou (1 João 4: 8).

7. Para imitar o Filho de Deus. É o culminar de todos os objetivos que temos na vida. Aqui, os desejos pecaminosos da humanidade de ser como Deus (Gênesis 3: 5) são substituídos pelo convite divino de imitar Seu Filho, Jesus Cristo (Mateus 5:48). Somos um reflexo da glória de Deus, criados à Sua imagem e sendo convertidos pelo Espírito à Sua semelhança (2 Coríntios 3:18).

A vida é um processo de nos tornarmos mais e mais semelhantes a Cristo, no qual exercitamos nossa perseverança fixando nossos olhos nele, o autor e consumador de nossa fé (Hebreus 12: 1-2).

O que isto significa

O significado da vida, de acordo com a fé cristã, é finalmente encontrado em Jesus Cristo. Nele, as questões sobre identidade, origem, significado, propósito e destino são respondidas com profunda esperança. Somos os filhos amados de Deus, criados por nosso Pai celestial para refletir Sua glória, andar em Seu amor e fazer Sua vontade em nossas vidas.

A vida na terra é uma jornada de nossa transformação para nos tornarmos mais semelhantes a Jesus, que nos libertou do mal, do pecado e da morte, até o dia glorioso em que passaremos a eternidade com ele.

Crédito da foto: Unsplash / Shivam Singh

- Advertisement -
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
- Advertisement -

Últimas

Cristãos são tortur@dos até a morte por terrorist@s por não negar Jesus

Na imagem acima é possível observar que está surgindo uma onde de genocídio anticristão neste fim de semana que...
- Advertisement -

Veja Mais

- Advertisement -
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x