26 C
Palmas
quinta-feira, 21 janeiro, 2021

Quem é o anjo da morte na Bíblia?

Saiba Mais

Dayana Ribeiro da Silva
Dayana Ribeiro da Silvahttps://www.obuxixogospel.com.br/
Dayana Ribeiro Desde menina sempre foi apaixonada por televisão, noveleira assídua desde as tramas alá Maria do Bairro ou intensas como o furacão Carminha. Formada em Publicidade e Propaganda em 2014. Escreve desde que se conhece por gente.

Publicado em:

A ideia de um ceifador não permeou apenas a cultura popular, como em livros como O ladrão de livros e Foice, mas também ocupou um lugar de destaque em muitas religiões. O judaísmo, por exemplo, atribui esse papel a Azrael, um anjo da destruição. O Islã tem um nome para essa figura, “Malak Almawt”, assim como outras religiões, como o hinduísmo.

- Advertisement -

O Cristianismo tem uma figura semelhante com um nome diferente? Existe um único anjo da morte, realizando a ideia do Grim Reaper?

Alguns dizem que o Arcanjo Miguel desempenha algum papel no processo de passagem deste mundo para o outro, mas nenhum versículo ou passagem da Bíblia apóia essa noção. Nas Escrituras, Michael parece travar batalhas espirituais e cumprir os mandamentos de Deus, nenhum dos quais parece indicar um papel de ceifador. O nome Azrael também nunca aparece na Bíblia.

Embora possa parecer que os anjos causam a morte em alguns casos na Bíblia, devemos observar que nenhum anjo (ou demônio) pode fazer isso sem a vontade de Deus. Jó deixa claro que Deus contou nossos dias, mas somente Ele escolhe quando chegaremos ao fim de nossa vida na terra (Jó 14: 5).

Anjos da morte na Bíblia

Ao olhar as Escrituras, parece que os anjos têm participação em alguns casos de morte e destruição.

Por exemplo, um anjo do Senhor em 2 Reis 19:35 sai à noite e mata 185.000 assírios. Considerando que os assírios se declararam inimigos do povo de Deus, Deus desejou que esse anjo cometesse tal destruição em massa.

Em Apocalipse, Deus dá a um dos anjos o poder de causar a morte, e os quatro cavaleiros têm o poder de exterminar um quarto da população da Terra (Apocalipse 6: 8). Embora, alguém possa argumentar que os quatro cavaleiros podem não ser necessariamente anjos ou demônios, mas sim, simbolizam governantes e autoridades na terra.

No entanto, parece que os demônios também podem tentar ajudar na morte. Jesus encontra um menino possesso de demônio cujo demônio tenta matá-lo. O demônio freqüentemente o joga no fogo e na água para queimá-lo ou afogá-lo (Marcos 9:22).

Isso significa que anjos e demônios podem nos matar?

Tecnicamente sim, mas precisamos ter em mente que eles não podem prejudicar um fio de cabelo de nossa cabeça a menos que Deus o deseje. Vamos dar uma olhada no poder de Deus sobre o mais infame de todos os anjos, Satanás.

Satanás tem que ir a Deus pedindo permissão para prejudicar Jó de alguma forma. Deus lhe dá permissão para destruir a família e os bens de Jó (Jó 1) e, eventualmente, a saúde de Jó (Jó 2), mas Deus diz a Satanás que ele não pode tirar a vida de Jó. Ele não tem autoridade para fazer isso.

Se Satanás, um dos anjos mais poderosos, tem que obedecer a Deus, isso nos mostra que Deus não permitirá que nossas vidas sejam tiradas até o tempo determinado.

A Bíblia descreve os anjos como servos de Deus (Salmo 103: 20). Um servo obedecerá a quem está no comando, sem se desviar dos comandos.

E o anjo da morte? Isto existe?

O anjo da morte é um nome impróprio. Embora os anjos, se receberam o comando de Deus, possam tirar uma vida, eles não o farão a menos que tenham recebido esse comando ou se Deus o desejar. O Grim Reaper, por assim dizer, não existe da maneira que o percebemos como uma cultura para existir.

Nada personifica a morte. Todos nós iremos experimentar a morte, mas nenhum anjo com o nome de Azrael realiza todos os deveres da morte, por assim dizer.

Precisamos ter em mente, também, que Deus um dia destruirá a própria morte (Apocalipse 20:14). Quer tenha Ele colocado ou não um único anjo no comando da morte ou de nos conduzir de uma vida para a outra (o que as Escrituras não indicam), precisamos entender que o papel desse anjo se tornará obsoleto após o retorno de Cristo. Embora seja interessante especular, na era vindoura, não tem um peso tão grande quanto os outros assuntos.

Crédito da foto: GettyImages / Guilherme Ribeiro

- Advertisement -
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
- Advertisement -

Últimas

- Advertisement -

Veja Mais

- Advertisement -
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x