Pastor

Pastor Samuel Gonçalves quebra tabu sobre vacina da Covid-19

O pastor Samuel Gonçalves da Catedral da Assembleia de Deus em Cabo Frio,  trouxe uma reflexão sobre a vacina que tem causado bastante polêmica na população brasileira.

” Vale dizer que vacinas são substancias que possuem como função estimular nosso corpo a produzir resposta imunológicas contra doenças, sendo produzidas com o objetivo de melhorar nossa saúde. Dito isso, a questão sobre tomar ou não tomar vacina é algo absurdo”.

“Benefícios da vacina Prolongar a vida humana ou dar a humanidade melhor qualidade de vida é o que move a ciência. O salmista nos lembra que nossa vida chega “a setenta anos, ou a oitenta para os que têm mais saúde” e que a maior parte deste tempo é de labuta e sofrimentos (Salmos 90.10). Tenho plena certeza que as vacinas melhoraram em muito essa percepção, dando maiores condições de vida”.

“As vacinas nos protegem de uma variedade de doenças graves e de suas complicações, que muitas vezes podem levar à morte. Doenças transmissíveis foram controladas por meio de medicamentos aplicados através das vacinas. Assim, indivíduos imunizados evitam transmitir para outros às doenças que circulam. Graças à vacinação, houve uma queda na incidência de doenças que costumavam matar milhares de pessoas todos os anos”.

Imunizantes bíblicos

“Obviamente que nos tempos bíblicos não existiam vacinas como conhecemos atualmente, mas é inegável o uso de imunizantes contra doenças da época, alguns até sob orientação divina. Vemos, por exemplo, a citação de óleos que muitas vezes era usado para fins medicinais (Isaias 1:6; Lucas 10:34). Nao há na Palavra de Deus qualquer contraindicação do uso de imunizantes. Na verdade, o próprio Criador chegou a recomendar uma forma de “imunização contra a morte, quando enviou as pragas do Egito e ordenou que o sangue de um cordeiro fosse passado nos umbrais das portas. impedindo que o anjo da morte entrasse naquelas residências (Exôdo 12:21-27)”.

Amor ao próximo

“Além disso, devemos considerar o amor ao próximo como principal argumento para a vacinacão, sabendo ue quando nos vacinamos não protegemos apenas que nos cercam. Não vivemos isolados, vivemos em comunidade, o que nos torna responsáveis pela proteção daqueles que estão a nossa volta”.

“Se negar a usar vacinas, que são comprovadamente seguras, é assumir o risco de contaminar outras pessoas com doenças, inclusive familiares e amigos. O amor e cuidado com o próximo sáo bases fundamentais do Cristianismo, sendo quesito para expressão do amor que dizemos sentir por Deus”.

“Se alguém declarar: “Eu amo a Deus!”, porém odiar a seu irmão, é mentiroso, porquanto quem não ama seu irmão, a quem vê, não pode amar a Deus, a quem não enxerga.” (1 joão 4.20)”

“Aos que se deixam levar por narrativas fantasiosas, que utilizam-se muitas vezes da fé crista. como a que afirma que as vacinas contra a covid-19 são a “marca da besta” ou possuem o sinal do anticristo, devo dizer que deveriam ler mais a Bíblia e conhecer o que realmente está por trás do espírito do anticristo, que é justamente a negação de Deus e sua existência, ou mesmo o desprezo por Cristo. Sabendo disso, usar tais argumentos como desculpa para não se vacinar contra o coronavírus é apequenar sua fé em Jesus”.

“Não é hora para teorias conspiratórias, mas de confiar na sabedoria que Deus deu aos homens para salvar vidas através da ciência. Mais do que isso, não é tempo de politizar e sim de fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para combater a covid-19, salvando vidas. Portanto, deixemos de lado nossos argumentos falaciosos sobre o uso das vacinas e tenhamos responsabilidade. Deposite sua confiança no Senhor e creia que Ele está usando a ciência em favor da humanidade”.

Samuel Gonçalves encerra sua argumentação, com texto bíblico falando de esperança e confiança em Deus.

“Que o Deus da esperança os encha de toda alegria e paz, por sua confiança nele, para que vocês transbordem de esperança, pelo poder do Espírito Santo.” (Romanos 15.13)”.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo