Polêmicas

Felipe Heiderich move processo contra Magno Malta por por acusação assédio abuso contra ex-enteado

O pastor Felipe Heiderich que está vivendo uma nova faze da vida voltoua acusar o ex-senador Magno malta de ser o culpado por espalhar a informação de que ele teria cometido abuso sexual contra o enteado. Na época o filho de Bianca Toledo tinha 5 anos de idade.

Durante uma entrevista a um canal no Youtube na quarta-feira (7), Felipe Heiderich disse que, em 2016 quando o caso veio à tona, Magno Malta esteve à frente das acusações contra ele, dizendo que tinha provas convincentes sobre o caso, o que gerou mais revolta da opinião pública.

“Magno Malta foi promotor e juiz e nunca um pastor ou pai poderia me ajudar. Ele dizia que tinha provas contra mim, o Ministério Público abriu o processo, mas no final eu consegui provar que na verdade se tratava de fake news, orquestrada tanto pela minha ex-mulher, como por pessoas influentes do meio evangélico e político que queriam a minha queda moral”, disse Felipe.

Diante dos acontecimentos, Felipe Heiderich entrou com um processo contra Magno Malta por injúria e calúnia e tenta seguir a sua vida normalmente.

Recentemente ele anunciou que estava vivendo um relacionamento homossexual, algo que fez com que várias pessoas se voltasse novamente contra ele, tentando ligar a sua nova opção sexual com o caso de assédio sexual contra o enteado.

Com Informações: Gospel Notícias

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Open chat
Envie seu conteúdo agora!
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do O Buxixo Gospel.