Notícias Gospel
Tendência

Delegacia está de olho em André Valadão após polêmica

O pastor André Valadão se envolveu em uma polêmica muito grande envolvendo anãs, no última sexta-feira (13)

O líder da Igreja Batista da Lagoinha na Flórida foi questionado por um fiel, se namorar uma uma anã era presente de Deus ou lembrancinha.

Pastor, estou namorando uma anã. Será que é presente de Deus ou só uma lembrancinha?”,perguntou um seguidor.

Em tom de brincadeira, o cantor gospel respondeu a pergunta:”Tem gente que é grande demais e tem gente que é pequena demais, ué? Não pode falar assim não, mas é engraçado”,acrescentou.

As perguntas mais relevantes feitas a André Valadão,é compartilhada por ele em seu feeds, para que seus seguidores também possam comentar a pergunta.

“Gente! Dádiva de Deus é dádiva de Deus! Agradece!”,escreveu na legenda da imagem da pergunta.

No entanto, a pergunta “engraçada”,não agradou a delegada da Associação de Nanismo Brasil (Annabra), Livia Vasconcelos, que falou diretamente ao Léo Dias, do portal Metrópoles.

“Na sexta-feira, acordamos com um vídeo infeliz do pastor André Valadão, superpreconceituoso e capacitista. Para quem é um líder religioso, é um total absurdo.Todas as associações de nanismo brasileiras que comentam na publicação infeliz, ele apenas apaga, bloqueia ou ignora. Em alguns Instagrams, ele já viu pessoas com nanismo comentando sobre o caso, porém não fala nada”,desabafou.

Lívia ressaltou que o nanismo, transtorno que causa deficiência no crescimento, fazendo com que a pessoa fique com baixa estatura em relação a média da população,não deve ser encarado como brincadeira por causa da insegurança que um anão já traz consigo.

“Estamos em 2021, e isso não pode acontecer e não podemos nos calar. Não por nós, mas pelas crianças com nanismo, pelos pais dessas crianças e pelos adultos com nanismo que são inseguras”, concluiu.

Comentários

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo