Brasil
Tendência

Jornalista Allan dos Santos está sendo investigado por crimes contra o sentimento religioso após críticas a Lula

O editor publicou um vídeo falando que o ex presidente, Luís Inácio da Silva,estaria sendo apoiado por demônios, após receber a benção de uma mãe de santo.

O Jornalista Allan dos Santos publicou um vídeo falando que o ex presidente, Luís Inácio da Silva, estaria sendo apoiado por demônios, após receber a benção de uma mãe de santo.

“Além de ser apoiado pelo Hamas (grupo extremista palestino), Lula também é apoiado por demônios”, falou Allan.

Segundo o deputado deputado Átila Nunes (MDB) vice-presidente da CPI da Intolerância Religiosa da ALERJ, o blogueiro foi ofensivo em suas palavras.

“A referência extremamente ofensiva as religiões afro-brasileiras estimulam o preconceito, ainda mais por ter sido transmitidas pelo Instagram e outras redes sociais. Essa veiculação revolta a todos que mantêm respeito pela fé religiosa de nosso semelhante, seja ela qual for”, diz o texto.

Rodney de Oxossi, babalorixá classificou Allan como uma pessoa racista: “Isso é racismo religioso. A intolerância religiosa é uma das faces mais hediondas do racismo. Aliás, precisamos fazer esse deslocamento, sair do discurso que fala da intolerância religiosa e explicar que é crime. Com essa afirmação, ele está incitando a violência e o ódio. Sabemos quem toma pedrada e tem seus templos apedrejados, quem tem sofrido na mão de traficantes ligados à milícia.”

Na semana passada Lula visitou o Ceará e esteve em um evento cultural onde vários representantes da matriz africana se reuniram para abençoar o ex-presidente.

Para os religiosos, Lula é “filho de xangô”,considerado por eles o deus da justiça,fogo,raios e trovões.

“Ninguém vence a força de Xangô e você, por ser um homem de Xangô, enfrentou o que muita gente não enfrentaria, a injustiça batida na porta, a dor sofrida e as noites da prisão. Mas Xangô, seu pai, te segurou e te segura porque o meu povo de terreiro teve vez quando você foi presidente desse país”.

Comentários

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo