Notícias Gospel

Cantor Isaías Saad é ameaçado após participar de manifestações pró- Bolsonaro

Isaías demonstrou que entende a posição política de seus seguidores e que aceita por estar em um país democrático.

O cantor gospel Isaías Saad usou as redes sociais nesta quinta-feira (9), para denunciar várias ameaças que recebeu após participar das manifestações pró-Bolsonaro, no dia 7 de setembro.

Isaías demonstrou que entende a posição política de seus seguidores e que aceita por estar em um país democrático.

“Eu tenho seguidores que concordam e aderem a esse posicionamento, e tenho muitos seguidores que não. E está tudo bem. Acho que quando você posta algo, você dar liberdade para as pessoas comentarem o que elas quiserem. Então você pode gritar ‘Bolsonaro Genocida, a favor de Bolsonaro, Presidente Lula, Lula 2022 ou Lula condenado’, você vive uma democracia”, disse ele.

No entanto, o cantor gospel revela que , após o ato de sua participação na manifestação do dia 7 de setembro, ele começou a receber ameaças por parte de seus seguidores.

“Estava indo tudo bem. Mas eu comecei a receber mensagens de ameaça. Pessoas mandando eu morrer, mandando minha esposa morrer. Xingamentos”, disse ele.

Descontente com a situação, Isaías Saad pede para que os que discordam e desrespeitam de seu posicionamento  deixem de segui-lo.

“Prefiro que esses seguidores desrespeitosos parem de me seguir mesmo. Vaza todo mundo que tem que vazar mesmo e eu sigo minha vida. Vivemos em uma democracia em um país onde temos o direito de ir e vir”, disse o artista.

Agora, para aqueles que respeitam sua opinião, fiquem com ele.

“Se você concorda comigo e quer continuar me seguindo, estamos juntos. Você que discorda, mas consegue conviver com uma pessoa com opinião diferente da sua, também estamos juntos. Mas, você que é desrespeitoso, vaza, porque pessoas tóxicas assim vão seguir pessoas que sustentam esse comportamento tóxico. Aqui isso é totalmente insustentável”, disse Isaias Saad.

Comentários

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo