Pastor

Fiel denuncia ter sido puxada pelos cabelos, despida e estuprada por pastor da Hillsong

"Eu não tinha razão para pensar que não estaria segura. Foi realmente violento. Foi completamente cheio de raiva, raiva e ódio", disse

Seguindo a notícia de que o pastor sênior Brian Houston da Igreja Hillsong deixou o conselho do ministério evangélico global, “60 Minutes” Australia exibiu um segmento no domingo apresentando novas alegações de uma mulher que afirma ter sido estuprada em um dos campi da mega-igreja. 

A igreja Hillsong chamou a reportagem de “jornalismo de sarjeta no que há de melhor”.

O programa intitulado ” Hillsong Hell” foi ao ar na noite de domingo e coincidiu com a notícia de que Houston deixou o conselho da Hillsong enquanto se preparava para um processo judicial relacionado a alegações de que ele não relatou o abuso sexual de seu pai às autoridades na década de 1970.

Além de destacar o caso legal de Houston e a recente demissão do pastor Carl Lentz de Hillsong New York por “falhas morais”, o programa “60 Minutes” apresenta uma mulher australiana que usa o pseudônimo de “Katherine” e diz que foi estuprada no campus de Melbourne após um estudo bíblico. 

O programa também  mostrou o caso de Anna Crenshaw, uma mulher americana que tem sido falado sobre sua suposta agressão por um líder da Hillsong.

Katherine descreveu seu estupro como uma ocorrência violenta cometida por outro membro da Hillsong em 2018, após um estudo bíblico em que ela ficou até tarde para ajudar na limpeza.

“Eu não tinha razão para pensar que não estaria segura. Foi realmente violento. Foi completamente cheio de raiva, raiva e ódio”, disse ela. “Foi a coisa mais assustadora que já experimentei em toda a minha vida.

“Essa foi a única experiência sexual que eu já tive, e não foi consensual”, acrescentou ela. “E eu só queria fingir que não aconteceu.”

A mulher alega que foi puxada pelos cabelos, despida e estuprada dentro de um escritório de eventos na igreja. 

Após o incidente traumático, Katherine alegou que relatou o estupro a um pastor de jovens de Hillsong. Ela diz que foi informada de que era algo que ela precisava “resolver” com o perpetrador e, em vez disso, trabalhar para “consertar relacionamentos”. 

Comentários

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
Open chat
Envie seu conteúdo e ganhe dinheiro
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do O Buxixo Gospel e ganhe dinheiro.