Brasil

Jovem mata amiga e após crime posta nas redes: “Satanás quem me pratica”

Ariane foi morta a facadas após ser atraída por amigos que queriam saber se eram psicopatas

Os suspeitos foram presos | Foto: Reprodução

O crime que levou à morte cruel de Ariane Bárbara Laureano de Oliveira, de 18 anos, em Goiânia chocou o Brasil, principalmente pelo motivo macabro que o cercou.

Chocou também o que aconteceu após crime, o delegado disse que um dos suspeitos de cometer o crime publicou nas redes sociais “como se nada tivesse acontecido”.

As postagens

O delegado responsável pelas investigações informou que os posts foram feitos dias após o crime e que os suspeitos mantiveram os mesmos em suas redes.

“Continuaram tranquilos, postando nas redes sociais todos os dias, como se nada tivesse acontecido“, disse.

“Não resisto ao charme de distúrbios e problemas psicoemocionais”, diz uma das publicações do suspeito.

O crime

A jovem Ariane foi morta a facadas no dia 24 de agosto, após ser atraída por Raíssa Nunes Borges, de 19 anos, Enzo Jacomini Carneiro Matos, que se apresenta como Freya, de 18, e Jeferson Cavalcante Rodrigues, 22.

Segundo o trio, a jovem foi assassinada para testar se Raíssa era psicopata e como se comportaria após cometer o assassinato de uma pessoa. O corpo da vítima foi encontrado em uma área de mata, no Setor Jaó, cerca de sete dias após o desaparecimento.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo