Gospel

Após ameaça de boicote de dízimos, genro de Edir Macedo abre o verbo contra críticas: “Record não é evangélica”

Reality estaria provocando grande irritação nos fiéis e obreiros

O bispo Renato Cardoso, genro do pastor Edir Macedo, rebateu as críticas que foram feitas após matérias denunciarem que fieis e obreiros poderiam boicotar o dizimo para a Universal por causa do programa anti-família exibido pelo canal.

Em pregação no Templo de Salomão, Cardoso saiu em defesa da emissora do sogro e disse que os fieis devem entender que a Record TV não é uma emissora evangélica.

“A Rede Record de Televisão não é uma emissora evangélica. É uma concessão pública, dada pelo governo, que tem que servir toda a população: católica, evangélica, espírita, ateia, LGBT, todo mundo”, disse Renato.

Atualmente, a própria igreja do bispo tem programação alugada na Record no horário das 0h45 às 5h, com um suposto investimento de R$ 500 milhões.

O caso

O jornalista Ricardo Feltrin, do UOL, trouxe revelações sobre bastidores da Rede Record, canal ligado ao bispo Edir Macedo. Segundo o jornalista, pastores e fieis da igreja estão escandalizados com o nível de “depravação” moral dentro do programa “A Fazenda“, reality do canal.

“O assédio, o palavreado chulo e principalmente a troca de beijos entre mulheres….têm incomodado —e muito— fiéis, obreiros e pastores da Igreja Universal“, disse Feltrin.

Comentários

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo