Gospel

Ator de ‘Superman’ detona decisão de tornar o herói LGBT

O ator perguntou “quem está realmente chocado” sobre a direção quando outros super-heróis, como Robin da DC e Capitão América da Marvel, são bissexuais e homossexuais

Dean Cain, ator que interpretou o Homem de Aço no programa de televisão dos anos 1990 “Lois & Clark: As Novas Aventuras do Super-Homem”, criticou duramente a DC Comics e criou um movimento para que a empresa venha se retratar por mudar o personagem e agora ele ser bissexual.

O ator que se tornou um comentarista político compartilhou as críticas durante uma aparição no programa “Fox & Friends”, apenas um dia depois que o criador da história em quadrinhos anunciou que está indo em uma “nova direção ousada” ao retratar Jon Kent – o filho do Superman original, Clark Kent – como um homem bissexual que inicia um relacionamento romântico com o repórter Jay Nakamura.

Cain, porém, não vê o desenvolvimento como ousado ou corajoso.

“Se eles tivessem feito isso há 20 anos”, disse ele, “talvez isso fosse ousado ou corajoso. Mas corajoso seria tê-lo lutando pelos direitos dos gays no Irã, onde eles vão te jogar de um prédio pelo crime de ser gay ”.

O ator perguntou “quem está realmente chocado” sobre a direção quando outros super-heróis, como Robin da DC e Capitão América da Marvel, são bissexuais e homossexuais, respectivamente.

“Eles estão falando sobre fazê-lo lutar contra a mudança climática e a deportação de refugiados e ele está namorando um hacktivista – o que quer que seja um hactivista,” Dean continuou. “Por que não o fazem lutar contra as injustiças que criaram os refugiados cuja deportação ele está protestando? Isso seria corajoso, eu li isso. ”

“Ou lutar pelos direitos das mulheres de frequentar a escola e ter a capacidade de trabalhar e viver e dos meninos de não serem estuprados por homens sob o novo e caloroso Talibã – isso seria corajoso”, continuou ele. “Há um mal real neste mundo hoje, corrupção real e exagero do governo, muitas coisas contra as quais lutar. Tráfico de seres humanos – escravidão real e real acontecendo … Seria ótimo lidar com essas questões. ”

O escritor das novas histórias em quadrinhos, Tom Taylor, disse que “todo mundo precisa de heróis e todo mundo merece se ver em seus heróis”, acrescentando que “é grato que a DC e a Warner Bros compartilharam essa ideia”.

Além disso, o artista da série, John Timms, disse que está “honrado” em trabalhar no projeto porque mostra “Jon Kent abordando sua vida moderna mais complexa”.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo