Mundo

Melvin Tinker: uma homenagem

(Foto: Christian Concern)

Melvin Tinker foi um dos clérigos evangélicos mais destacados de sua geração.

Seu pai era mineiro de carvão e sua origem na classe trabalhadora o colocava em desvantagem com uma igreja que praticava o esnobismo social quase como um reflexo inconsciente.

Mesmo assim, ele foi um autor e teólogo extremamente inteligente que combinou clareza intelectual com integridade de coração, o que era lamentavelmente raro na Igreja da Inglaterra.

Ele arriscou o ostracismo profissional porque colocou sua lealdade a Jesus antes do patrocínio e do avanço dentro do sistema.

Sob seu ministério, sua congregação cresceu energicamente. Ele mostrou à Igreja da Inglaterra como o ministério pastoral e a pregação bíblica inteligente e fiel podem abrir o coração das pessoas e levá-las nos braços de Jesus.

Tragicamente, a Igreja da Inglaterra preferiu obter favores dos agentes do relativismo moral e ético e Melvin viu-se proibido de pregar em catedrais onde havia sido convidado por estudantes evangélicos famintos pelo Evangelho.

Ele se tornou uma figura cada vez mais profética e irradiava uma qualidade de alegria e um tipo singular de clareza que reflete a presença do Espírito Santo.

Com uma vintena de Melvin Tinkers em cada diocese, a Igreja da Inglaterra poderia ter evangelizado todo o país e renovado a Igreja.

Infelizmente, havia apenas um dele e eles escolheram, em vez disso, fechar as portas em seu rosto e repudiar a fé autêntica que ele defendia.

Aqueles que o conheceram e o Cristo ressuscitado, e leram suas Bíblias, o amavam e admiravam muito. Verdadeiramente “um homem sem dolo”.

Dayana Ribeiro da Silva

Dayana Ribeiro Desde menina sempre foi apaixonada por televisão, noveleira assídua desde as tramas alá Maria do Bairro ou intensas como o furacão Carminha. Formada em Publicidade e Propaganda em 2014. Escreve desde que se conhece por gente.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo