Gospel

Pastor petista chora com ministro evangélico no STF

Vieira acusa isso de "um projeto de poder que busca se apropriar das instituições para impor ao conjunto da sociedade".

O pastor Henrique Vieira, teólogo de esquerda, escreveu um artigo no UOL, ator, professor e historiador. No texto intitulado “Chegada de André Mendonça, o ‘terrivelmente evangélico’, ao STF faz parte de projeto de fanatismo religioso”, o religioso adepto do lulismo “chora” com a chegada de André ao STF e faz “profecias”.

Além de dizer que a indicação de um ministro evangélico pelo presidente é um “total desrespeito à democracia, ao Estado laico, à pluralidade religiosa e ao direito à não crença”, Vieira acusa isso de “um projeto de poder que busca se apropriar das instituições para impor ao conjunto da sociedade”.

Tocando o terror, ele também chama a chegada de um pastor conservador ao STF de “projeto violento” e comparou a casos antigos onde em nome da religisão o povo teve “sofrimento e morte”.

Vieira abusa da retórica.

Segue mais um trecho da loucura escrita pelo pastor esquerdista:

“Trata-se da continuação e da atualização do espírito das Cruzadas, da colonização, da escravidão, das fogueiras da Inquisição, da chicotada e da tortura. Peço aos leitores e às leitoras que não subestimem o potencial de morte desse projeto que hoje governa o Brasil”.

Por fim, ele grita, como todo bom petista, ‘Fora Bolsonaro”, mas de outra maneira.

“Em segundo lugar, peço licença para fazer uma consideração teológica e pastoral. Preciso dizer que o bolsonarismo é absolutamente irreconciliável e incompatível com os ensinamentos do Evangelho”.

E aí. caiu na lábia desse pastor?

Comentários

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo