O bispo de Formosa, Dom José Ronaldo, quatro padres e um monsenhor foram presos na manhã desta segunda-feira (19) durante operação do Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) contra desvios de recursos na Igreja Católica em três cidades do Entorno do Distrito Federal. O prejuízo estimado é de mais de R$ 2 milhões que seriam dos dízimos e ofertas

[themoneytizer id=”16458-19″]

 

A ação, batizada de “Caifás”, apura que o esquema se apropriava de dinheiro oriundo de dízimos, doações, arrecadações de festas realizadas por fiéis e taxas de eventos como batismos e casamentos. O G1 tentou contato por telefone e mensagem com a Diocese de Formosa, mas não recebeu retorno até a última atualização desta reportagem.

Bispo da Universal confessa traição e vídeo viraliza




Ao todo são 13 mandatos de prisão e dez de busca e apreensão em Formosa, Posse e Planaltina. Além de residências e igrejas, um monsteiro também é alvo da investigação.

Informações :G1



Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do "O Buxixo Gospel. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.