Foto Reprodução Youtube

Fazer campanha política dentro da igreja é proibido por lei. No entanto a Igreja Universal tem descumprido.

Porém a igreja Universal, não é a única a fazer campanhas política dentro da igreja no período culto. Pastores da Igreja da Graça também tem usado de todos os artifícios para induzirem os fiéis a votarem nos candidatos apoiados pela igreja.




No Rio de Janeiro por exemplo, Mauro Nicolau Junior, proibiu propaganda política nas igrejas. Ele é o  juiz coordenador da Fiscalização da Propaganda Eleitoral do TRE do Rio de Janeiro.  O aviso da proibição foi emitido no último dia 10.

+Sonho do pastor Abílio santana com Marco Feliciano vira piada entre internautas

Contudo, na catedral da Igreja Universal do Reino de Deus o próprio bispo falou que a igreja foi fiscalizada. Jadson Santos falou no púlpito que houve uma fiscalização eleitoral em um templo em Realengo, Zona Oeste do Rio, mas nada foi encontrado.



Segundo as informações do jornal o Globo, o bispo aproveitou e disse que a igreja esta sendo alvo de perseguição.  Logo após,o bispo disse que “não poderia fazer isso”, e mostrou os dez dedos. O gesto simboliza o número dez, do PRB, partido dos principais candidatos apoiados pela igreja.

+ Pastor da Igreja da Graça pede voto para 2 dos dos 5 filhos candidatos de RR Soares

O Globo ainda afirmou que foi a 11 igrejas, em cinco dias. Houve  casos em que o pastor chegou a pedir votos. Em muitas vezes fingindo estar orando  para candidatos. Em teoria o  suposto infrator está sujeito a sanções.Estas podem ser, desde a apreensão de material eleitoral, ou até interditar as igrejas.




Igreja Universal do Reino de Deus soltou uma nota dizendo que discorda “da exclusão de milhares de lideranças evangélicas de todas as denominações. De acordo com a nota as lideranças  representam 70 milhões de pessoas. Sendo participares do processo democrático, que deve incluir o direito de expressar opiniões políticas”.

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do "O Buxixo Gospel. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.