O cantor gospel Matuzalem Eduardo  foi discriminado por um pastor da Assembleia de Deus. O tempo passou, mas  ainda sente na pele o peso que ficar barbudo trouxe ao seu ministério.

Na época cantor gospel contou ao Buxixo  que a discriminação aconteceu quando resolveu ficar barbudo. Haja visto que o padrão dos cristãos da Assembléia de Deus, que ainda é tradicional, é sem barba.




Com a mudança radical do cantor, veio também uma alisada no cabelo, a tradicional chapinha. O estilo incomum para um assembleiano acarretou um tempo de banco e as portas foram se fechando.

+ Cantora Gospel se apresenta em casamento homoafetivo

Mesmo depois de o cantor ter partido de mala e cuia para outro ministério , que segundo ele foi bem recebido, parece que as as coisas ainda não andam bem. Já é sabido que a nova diretoria da CADEEZO, pediu desculpas em nome do pastor que deu um ” chá de canseira” no cantor e travou tudo. Contudo , esta ainda parece não ter sido a ” chave “, que poderia novamente abrir as portas.

+ Cantor gospel Samuel Mariano Já usou da pregação para executar vingança.

Mas ele resolveu gravar um vídeo e novamente por a “boca no trombone”. Segundo o cantor, ele andou observando o quanto outros cantores são rejeitados pela forma de se vestir. Claro que não esqueceu de lembrar de como foi tratado, quando resolveu ficar barbudo e fazer  chapinha. Também lembrou que trocou o terno pela calça justa.



O barbudo chega a citar em um trecho do vídeo, o caso de uma irmã que passou a usar brincos, e o pastor a compara com prostituta.

Click aqui e confira o vídeo.




Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do "O Buxixo Gospel. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.