O caso do pastor Ailton Jose Alves ,   ganha um novo capítulo e membros  da igreja, que lançaram 23 perguntas ao pastor podem ser processados por calunia e difamação.

pastor Ailton José Alves,  presidente da Assembléia de Deus do Pernambuco, e foi  ele o autor da decisão de proibir jovens a partir dos 13 anos   de namorar.  Além do namoro, a lista “circular” orienta os jovens a selecionar as fotos que publicam nas redes sociais, evitando as que “comprometam ou exponham sua reputação”.

Na época da decisão que foi em Fevereiro de 2017, o pastor ainda disse “Se insistir nesse comportamento, deve ser encaminhado ao Presbítero e ao Coordenador da Área. Contudo, se a situação persistir o caso deve ser encaminhado ao Departamento”.

+ Pastor Ailton José Alves é encurralado por fiéis




Logo após  os membros da igreja, fizeram uma comissão  e resolveram colocar o pastor Ailton José Alves contra a parede.  Um áudio contendo  23 perguntas , questionava o pastor em uma série de irregularidades que foram observadas por estes membros. Uma das  indagações, era se o pastor achava correto enviar os dízimos e as ofertas para um obreiro de outro país que não era da mesma vertente denominacional, enquanto vários obreiros da igreja estavam recebendo entre mil e mil quinhentos reais e  até menos.

No entanto o pastor nunca respondeu estes questionamentos, os fiéis aumentaram o numero de pergunta, que também não foram respondidas. 

+ Sem respostas, membros repetirão as 24 perguntas ao pastor Ailton Alves



Porem, uma reviravolta aconteceu no caso, do pastor Ailton Jose Alves, quando o pastor Ailton Junior vice presidente da  Assembléia de Deus Pernambuco (Ieadpe), resolveu gravar um vídeo,  para responder os questionamentos que foram feitos, mas para se defender de algumas acusações.

Segundo o pastor, um documento que  começou    a ser veiculado no último fim de semana é falso” além das informações contidas naquele documento, disseram que tenho apartamento na beira mar, nunca tive”, negou o pastor.

Ailton reiterou que nunca teve e nunca teve vontade comprar apartamento em beira mar, e também negou ter um apartamento nas torres gêmeas de Recife, ” nunca aluguei, nunca comprei apartamento nesta localidade e nunca morei neste lugar”, afirmou ele.

De acordo ainda com o pastor, sua familia corre risco , e a insegurança gerada por estas informações documentas, que afirma serem falsas, estará tomando a providencias cabiveis, para que as pessoas que cometeram estes crimes respondam diante das autoridades.




Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do "O Buxixo Gospel. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.