¨A humanidade já não precisa de Deus¨¨. disse o autor do código Da Vinci mas pode, com a ajuda da inteligência artificial, desenvolver uma nova forma de consciência coletiva que cumpre o papel da religião, disse o autor dos EUA, Dan Brown, nesta quinta-feira.



Código Da Vinci ,Tem por autor Brown . Ele fez um comentário provocativo na Feira do Livro de Frankfurt. Onde ele promoveu seu novo romance, “Origem. A quinta edição do professor de “simbologia” de Harvard, Robert Langdon, protagonista do “Código Da Vinci”, um livro que questionou a história do cristianismo.

“Origem” foi inspirado pela pergunta “Deus vai sobreviver à ciência?”. Disse Brown, acrescentando que isso nunca aconteceu na história da humanidade.

“Nós somos ingênuos hoje para acreditar que os deuses do presente sobreviverão e estarão aqui em cem anos?”.  Brown, de 53 anos, disse uma conferência de imprensa cheia.



Brown, que vendeu 200 milhões do Código da Vinci em 56 línguas, admitiu não ter lido um romance em cinco anos. 

Mas ele investigou profundamente e passou muito tempo conversando com futuristas para encontrar o enredo de “Origem”. Também reconheceu que os seus pontos de vista não são bem-vindos pelos clérigos. Mas pediu uma maior harmonia entre as grandes religiões do mundo e aqueles que não professam fé.

“O cristianismo, o judaísmo e o islamismo compartilham um evangelho, vagamente, e é importante que todos percebamos isso”, disse ele. “Nossas religiões são muito mais parecidas do que são diferentes”.

Voltando para o futuro, Brown disse que a mudança tecnológica e o desenvolvimento da inteligência artificial transformariam o conceito de divino.



“Começaremos a encontrar nossas experiências espirituais através das nossas interconexões entre nós”. disse ele, prevendo o surgimento de “alguma forma de consciência global que percebemos e que se torna nossa divina”.

“Nossa necessidade para esse deus exterior, que se senta lá e nos julga … diminuirá e acabará desaparecendo”.

informações :Christianpost


Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do "O Buxixo Gospel. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.